Vagas remanescentes do Prouni – como elas funcionam?

O Prouni (Programa Universidade para Todos) oferece bolsas de estudos em instituições de ensino superior particulares. Durante seu processo seletivo, há uma oportunidade extra de conseguir esses benefícios: a vaga remanescente.

Aqui, falamos mais sobre o Prouni, como a vaga remanescente funciona e como consegui-la. Confira e saiba como proceder para conquistar uma bolsa de estudos!

prouni como funciona

O que é o Prouni?

Trata-se do Programa Universidade para Todos, que foi criado pelo Ministério da Educação para democratizar o acesso ao ensino superior, por meio da oferta de bolsas de estudo em universidades particulares.

São disponibilizadas duas modalidades de bolsas de estudo: a integral (de 100%) e a parcial (50%). Para participar do processo seletivo, basta fazer a inscrição gratuitamente no site oficial do programa.

O que são as vagas remanescentes Prouni?

As vagas remanescentes são as que não foram ocupadas durante o período regular de matrícula, ou seja, não foram preenchidas na primeira chamada e são disponibilizadas para candidatos que tiverem interesse e atendam aos requisitos do programa.

Como funcionam as vagas remanescentes Prouni

O candidato interessado em uma vaga remanescente deve entrar em uma lista de espera. Para isso, precisa acessar o site oficial do Prouni, registrar seu interesse na lista e aguardar a avaliação do programa.

Se atender todos os requisitos estabelecidos, será convocado para matrícula, devendo comparecer à universidade no prazo indicado para não perder a bolsa de estudos. Se deixar a data passar, o benefício será liberado para outro candidato.

Requisitos para as vagas remanescentes Prouni

O candidato interessado na lista de espera Prouni precisa cumprir requisitos especiais para entrar nela e conseguir uma vaga e bolsa de estudos. Veja, abaixo, o que é solicitado:

  1. Não ter sido pré-selecionado na primeira chamada do Prouni;
  2. Ter sido pré-selecionado, porém dispensado pela não formação de turma na universidade de seu interesse.

Vale mencionar que essa lista não é fixa, pode ser que a organização do programa modifique os requisitos em novas edições do Prouni. Por isso, sempre verifique o edital do processo de seleção ou site oficial do programa para saber se há novidades.

Inscrição em vagas remanescentes Prouni

Mas, afinal, como se inscrever na lista de espera para tentar uma vaga remanescente Prouni? A seguir, apresentamos um passo a passo para facilitar essa tarefa. Confira:

  1. Acesse o site oficial do Prouni;
  2. Clique em “cronograma”;
  3. Em “bolsas remanescentes”, clique para se inscrever e siga as recomendações dadas na página para finalizar o processo.
prouni vagas remanescentes

Vagas remanescentes Prouni resultado

O resultado do processo seletivo para vagas remanescentes Prouni normalmente sai em até uma semana após a finalização o período de registro de interesse na lista de espera.

Para verificar se foi aprovado é simples, basta acessar o site oficial do programa, acessar o item “cronograma” e clicar em “resultado bolsas remanescentes”. A página será atualizada e trará informações sobre aprovados e como realizar a matrícula.

Matrícula vagas remanescentes Prouni

O aprovado no processo seletivo de vagas remanescentes do Prouni precisa comparecer à universidade no prazo indicado no site, para realizar a matrícula e confirmar a bolsa de estudos. Na ocasião, será preciso apresentar diversos documentos, tais como:

Identificação do aprovado e membros familiares

  1. RG, Carteira Nacional de Habilitação ou passaporte.

Comprovante de residência atualizado

  1. Contas de água, energia elétrica, gás ou telefonia. Caso não tenha é possível apresentar o contrato de aluguel ou fatura de cartão de crédito.

Comprovante de rendimentos

  1. Três últimos contracheques. Se receber comissão ou hora extra, apresentar os seis últimos contracheques;
  2. CTPS atualizada;
  3. Extrato de conta FGTS e bancário dos últimos três meses;
  4. Declaração de IRPJ, se for empresário;
  5. Extrato recente de pagamento de aposentadoria ou pensão, se for o caso;
  6. Guia de recolhimento de INSS, caso seja autônomo;
  7. Contrato de aluguel, se sua renda vier de locação de imóvel próprio.

Documentação dos pais

  1. Se separados, divorciados ou falecido, apresentar documentação que comprove esses fatos para afirmar que ambos os pais não pertencem ao mesmo grupo familiar (moram na mesma casa).

Comprovantes escolares

  1. Comprovante de realização do ensino médio em escola pública ou de bolsa integral em escola particular;
  2. Certificado de conclusão do ensino médio.

Um detalhe importante: pode ser que a universidade solicite documentos extras para realização da matrícula. Neste caso, sempre verifique com a instituição de ensino tudo o que precisa ser apresentado. Dessa forma, é possível acelerar o processo e minimizar o risco de perder a bolsa de estudos.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário