Sintegra: o que é e para que serve?

O brasileiro é conhecido por ser um povo com muitas dívidas, visto as dificuldades para conseguir um emprego que disponibilize um salário apto e que possa cobrir todos os custos de uma família ou demais emergências.

Diante de tamanha inadimplência, muitos sistema e programas foram desenvolvidos de forma a proteger o empreendedor da chance de perder dinheiro ou cair em várias roubadas, sendo o Sintegra uma das mais utilizadas.

Mas, como funciona? Veja abaixo informações completas sobre esse sistema, quem pode usar e muito mais. Fique por dentro e mantenha-se informado sobre o assunto.

Sintegra: o que é e para que serve?

Sintegra: o que é e para que serve?

Todo empresário brasileiro ou pessoa física que costuma realizar comercialização de demais produtos, tem como principal necessidade saber do que se trata o Sintegra. Ele é um sistema desenvolvido para que exista uma comunicação integrada entre os dados fiscais e tributários, tanto de compradores de varejo quanto atacado.

Dessa forma, ele realiza a sincronização de demais dados entre entradas e saídas interestaduais, que são feitas por aqueles que são contribuintes do ICMS.

Sintegra é conhecido como a sigla para Sistema Integrado de Informações Sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços, do qual faz a união de demais informações sobre os contribuintes, fazendo assim essa comunicação entre dados para fiscos de cada estado.

É por meio desse sistema que o contribuinte do ICMS pode fazer a emissão da NFe e ficar de acordo com demais especificações da Secretaria da Fazenda e também da Receita Federal. A fiscalização de processos fiscais são feitas de uma forma muito mais simples, rápida e fácil.

Por meio desse sistema as empresas podem ter acesso aos dados de demais companhias, ficando por dentro de quem são seus proprietários, valores, se há dívidas presentes, processos e tudo que possa proteger de demais problemas.

Por fim, como já dito, é assim que as empresas fazem o processo de comercialização de produtos e demais da emissão das notas fiscais.

Qual é o objetivo do sistema?

O principal intuito do sistema do Sintegra é fazer a integração de demais informações sobre entrada e saída de empresas, tudo isso por meio da emissão das notas fiscais eletrônicas que são emitidas pela mesma. Assim, o governo pode saber demais informações de compra e venda de empresas de todos os cantos do nosso país.

Isso é feito para que se tenha um controle melhor e mais cuidadoso não somente do comércio e venda de mercadorias, mas também da prestação de serviços prestados pelas empresas.

Dessa forma, por meio do envio e processamento de informações, a empresa pode fazer a emissão da Nota Fiscal Eletrônica com muito mais facilidade e controle.

Todos aqueles que são contribuintes e usuários do Sistema Eletrônico de Processamento de Dados, precisam fazer o fornecimento de um documento para as demais administrações tributárias dos estados.

É nesse documento que é necessário ter demais dados referentes às operações de compra e venda, prestação de serviços, sejam eles de forma interna ou interestaduais. Por fim, ele precisa então ser processado por meio de um arquivo que seja validado por meio magnético.

Como começar a usar o sistema?

O sistema é obrigatório para todas as empresas que possuam a comercialização de produtos, assim como prestação de serviços. Ademais, é preciso fazer a escrituração por meio de livros fiscais através do sistema eletrônico de dados.

Para fazer essa adesão para o sistema, é necessário fazer o acesso ao site do sistema e assim entrar no programa validador do Sintegra. Este programa é disponibilizado pela Secretaria da Fazenda em cada estado, de acordo com qual aquele que a empresa está trabalhando e/ou executando suas demais funções.

Logo no primeiro acesso, o contribuinte terá todas as informações sobre o seu CNPJ e assim, fazer demais solicitações de integração para o Sintegra. O arquivo que precisa ser enviado para os fiscos estaduais, ele pode ser gerado por meio de um app de terceiros e então, ser validado por meio do programa oficial do mesmo.

Quais os benefícios de usar o Sintegra?

Os principais benefícios de utilizar esse sistema, são:

  • A empresa tem total segurança para fazer demais transações comerciais;
  • Os fiscos e Secretarias da Fazenda estaduais possuem o acesso mais fácil para demais informações de outras empresas;
  • Se tem uma melhor organização fiscal e administração do negócio;
  • Unificação de dados da empresa para demais informações do governo;
  • O uso da Sintegra garante que a NFe possa ser emitida para demais negócios.

Agora que você já sabe como funciona o Sintegra, não perca tempo e comece a usar o seu o quanto antes para melhorar o acesso a informação de sua empresa.

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário