Renda Brasil: Projeção Estimada de Valor e Estímulo à Educação

O Renda Brasil está ganhando cada vez mais espaço nas discussões entre o Governo Federal e o Congresso. O programa idealizado pela equipe econômica capitaneada pelo ministro Paulo Guedes tem como principal objetivo assistir as famílias que hoje recebem o auxílio do Bolsa Família, além de trazer novos beneficiários para esse novo programa.

Se aprovado, o Renda Brasil substituirá o Bolsa Família, ou seja, as famílias que já recebem o valor mensal do governo continuaram assistidas, porém, de acordo com as notícias, o valor mensal será maior. Além disso, outros programas também serão extintos e colocados juntos com o Bolsa Família dentro do Renda Brasil.

Qual o valor do Renda Brasil por família?

Ainda não há um valor fechado para o programa. De acordo com a equipe econômica do governo, alguns ajustes são necessários para que o valor seja divulgado oficialmente. Esses ajustes, ao que tudo indica, estão relacionados o aumento ou criação de novas taxas (impostos) que possam vir a turbinar os caixas do governo.

renda brasil valores

A previsão é que esse valor seja superior ao Bolsa Família, que hoje paga um teto de R$178,00. Segundo informações extraoficiais a média do valor do Renda Brasil deve ficar próximo dos R$200,00. Mas atenção: essa estimativa ainda não foi confirmada.

Estimulo à Educação

Outro fator importante associado ao Renda Brasil é o estimulo à educação para que, através disso, o brasileiro consiga subir seu nível de vida, deixando de depender do programa e abrindo espaço para novos assistidos.

Para concretizar o plano, o governo busca parcerias com instituições de ensino técnico (Sistema S) e demais escolas para que os beneficiários do Renda Brasil possam se especializar em uma profissão que tenha necessidade de mão-de-obra qualificada – gerando emprego e maior renda.

Menos impostos para empresas

Para que o Renda Brasil aconteça e dê certo, o governo almeja desonerar empresas que abrir postos de trabalho exclusivos para pessoas que depende do auxílio do governo. Segundo Paulo Guedes, em entrevista para o Estadão, essa medida tem como principal objetivo facilitar a ascensão social das pessoas para que possam aumentar a renda e não depender mais do Renda Brasil.

Essa parceria com empresas também tem como objetivo colocar em prática outro plano social do governo – a “Carteira Verde e Amarela”. Essa carteira é voltada à flexibilização dos direitos trabalhista e a formalização de quem está trabalhando de forma irregular.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário