Quanto custa abrir uma empresa no Brasil?

Geralmente, quem está decidido a empreender suas finanças para iniciar um negócio, pensa no quanto custa abrir uma empresa no Brasil.

Afinal de contas, para sentir segurança naquilo que se está investindo, é preciso levar em consideração inúmeros fatores.

E por isso, hoje vamos detalhar esses e outros motivos essências para abrir uma empresa nacional! Saiba mais a seguir.

Passo a passo para abrir uma empresa

Até que seja possível ter o CNPJ em mãos, juntamente com o alvará, você vai precisar seguir alguns passos no processo de abertura de empresa.

Antes de tudo, tenha muita paciência, um excelente contador e alguns documentos que serão protocolados na Junta Comercial de sua cidade e do estado em que pertence.

De forma geral, siga estes passos:

  1. Defina o nome da empresa e o se próprio modelo de negócios
  2. Procure e contrate um contador de confiança
  3. Defina o tipo de empresa que quer abrir: pequena, média ou de grande porte, MEI, ME, EPP
  4. Estabeleça o regime jurídico da empresa
  5. Estabeleça as atividades que serão exercidas (CNAEs)
  6. Produza o Contrato Social e com a participação dos sócios
  7. Para evitar imprevistos no momento em que for fazer o registro na Junta Comercial, dias antes, separe toda a documentação necessária
  8. Em alguns casos é necessário obter o alvará de funcionamento e localização
  9. Faça a Inscrição Estadual

Após ter seguido os passos e estar ciente sobre o tipo de empresa que quer abrir, agora, basta colocar todos os seus planos em ação.

Mas ainda não acabou. Fique com a gente e seja informado sobre quanto custa abrir uma empresa.

Afinal, quanto custa abrir empresa no Brasil?

Quanto custa abrir uma empresa no Brasil

 

O valor para abrir uma empresa sofre variação de estado para estado. No entanto, segundo o relatório global Doing Business de 2017, o custo médio para abrir uma instituição, é de R$1.518,16.

Depois que a empresa é aberta, são gerados custos iniciais, como: gastos com água e energia, aluguel, salário dos funcionários, telefone e honorários do contador.

Além desses custos comuns, existem muitos outros que influenciam no custo final. Abaixo, separamos esses gastos. Acompanhe:

1.     Custos fiscais

Os custos variam de região para região. A respeito disso, são quatro custos que toda organização é obrigada a pagar. Os gastos atribuídos a essas despesas chegam a aproximadamente R$400.

2.     Capital social

A quantia mínima apropriada para estabelecer o capital social de uma instituição e, por conseguinte, promover a liberação do CNPJ e efetuar o registro do Contrato Social, é de R$1.000.

Outros custos para iniciar o seu negócio

A seguir, reunimos os custos que envolvem a abertura de uma empresa no Brasil. Confira:

1.     Capital inicial

Refere-se a tudo aquilo que é necessário para o funcionamento do seu negócio. Ou seja, o custo com matéria-prima, serviços de empresas subcontratadas, aluguel ou compra do espaço, investimento em tecnologia e demais empreendimentos atrelados à infraestrutura.

2.     Salários

Uma instituição que tem funcionário deve ficar muito atenta. Isso porque os salários que eles recebem incidem taxa que necessitam ser recolhidas para que não ocorram problemas.

3.     Registrar a marca

O registro da marca é um processo realizado com o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Esse instituto realiza uma pesquisa a fim de verificar se o nome que sua empresa escolheu já existe.

Caso não há registro do nome que foi escolhido, sua organização detém a posse dele por um período de dez anos.

Quanto ao custo, as taxas também sofrem variações. Contudo, a média é de R$170,00 para consulta; o registro do nome vai de R$298,00 a R$1.115,00.

Ficou com alguma dúvida ou quer fazer um comentário? Fique a vontade, abaixo tem uma área destinada a essa finalidade!

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante da leitura e apaixonado pela música.

Deixe seu comentário