Nota do Enem não será obrigatória para Sisu e ProUni em 2021

A pandemia alterou o funcionamento de todas as áreas, principalmente da educação. Por isso, o Ministério da Educação (MEC) divulgou uma Medida Provisória no Diário Oficial da União, em que os estudantes não vão mais ser obrigados a utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 para a seleção do Sisu e do ProUni em 2021.

De acordo com a publicação, os candidatos também não vão ter a possibilidade de usar as notas de edições anteriores do Enem. Mesmo após a publicação oficial da medida, o MEC ainda não divulgou maiores informações sobre as novas regras de seleção do Sisu e ProUni.

Enem 2020

O Exame Nacional do Ensino Médio é responsável pelo ingresso de milhões de jovens brasileiros no Ensino Superior. Devido à pandemia da covid-19, as aulas presenciais foram suspensas em todo o Brasil. Por isso, o Enem precisou ser adiado e reformulado em 2020.

Até a edição de 2019, o exame era marcado para novembro, as provas eram impressas e aconteciam de forma presencial. Neste ano, o Enem vai acontecer virtualmente, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. Já as provas impressas vão ser aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. O resultado oficial vai ser divulgado no dia 29 de março.

O que é o Sisu

O Sistema de Seleção Unificada, popularmente conhecido pela sigla Sisu, é um programa do Ministério da Educação para que jovens possam entrar em universidades federais brasileiras. Por meio do Sisu, os estudantes não precisam fazer o vestibular da faculdade em questão, mas é necessário realizar o Enem. 

O processo seletivo acontece duas vezes por ano – uma a cada semestre – e é todo feito pela internet, pelo site do programa. Para que o aluno seja selecionado pela nota e garanta sua vaga, é necessário se inscrever no Sisu. Mas, com as novas mudanças, esse processo vai mudar. Aguarde por mais informações do MEC.

O que é o ProUni

O ProUni (Programa Universidade para Todos) foi criado pelo Governo Federal para oferecer bolsas de estudos em faculdades particulares. É um programa voltado a estudantes de baixa renda, que não têm condições de pagar as mensalidades de um curso de graduação em universidades privadas.

São oferecidas bolsas integrais, que cobrem até 100% do curso escolhido, e bolsas parciais, que pagam 50% da faculdade. Para garantir uma bolsa de estudos do ProUni, é necessário tirar uma boa nota no Enem. Após ter sua nota de corte, se inscreva no site do ProUni, escolha a primeira e segunda opção de curso e universidade desejados e aguarde os resultados. 

Vagas remanescentes

Tanto o Sisu quanto o ProUni oferecem vagas remanescentes para os estudantes que não conseguiram uma bolsa de estudos na primeira fase da seleção. Na segunda chamada, o candidato fica em uma fila de espera para o curso e universidade de sua preferência, até que a instituição o chame.

Para isso, é necessário que o estudante tenha todos os documentos necessários em mãos, como CPF, RG, comprovantes de residência e de rendimentos, tanto do jovem quanto dos familiares que morem com ele.

Com todas as mudanças realizadas em 2020, é necessário aguardar por mais informações do Ministério da Educação, para saber se o processo de seleção e a documentação continuam os mesmos.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS.

Deixe seu comentário