INSS 2021 | Mudanças a Partir de Fevereiro foram Definidas. Veja quanto você vai pagar

Já foram definidas as mudanças no INSS a partir de fevereiro de 2021. O teto dos benefícios foi reajustado de R$ 6.101,06 para R$ 6.433,57. Além disso, foram atualizadas as faixas de contribuição dos empregados com carteira assinada, domésticos e trabalhadores avulsos.

Devido às mudanças no INSS, quem ganha menos vai contribuir menos, e quem ganha mais, contribui mais. O reajuste total do INPC foi de 5,45%. Esses novos valores vão ser recolhidos só em fevereiro, já que são relativos aos salários de janeiro.

Porém, os recolhimentos referentes aos salários de dezembro de 2020 efetuados em janeiro deste ano ainda seguem com os valores da tabela anterior.

mudanças no inss
Brasília – Após mais de quatro meses de paralisação, médicos peritos do INSS retornaram hoje (25) ao trabalho com atendimento exclusivo para perícia inicial (Valter Campanato/Agência Brasil)

Além disso, com a Reforma da Previdência, essas taxas passaram a ser progressivas – cobradas apenas sobre a parcela do salário que se enquadrar em cada faixa. Isso faz com que o percentual descontado do total dos ganhos seja menor. Vamos aos exemplos:

  • O trabalhador que ganha mais de um salário mínimo, vai pagar 7,5% de alíquota de contribuição sobre R$ 1.100 e outros percentuais no que exceder esse valor;
  • Já o trabalhador que ganha R$ 1.500 vai pagar 7,5% sobre R$ 1.100 (R$ 82,50), mais 9% sobre os R$ 400 que excedem esse valor (R$ 36), totalizando R$ 118,50 de contribuição;
  • Quem ganha R$ 2.000 pagará 7,5% sobre R$ 1.100 (R$ 82,50), mais 9% sobre R$ 900 (R$ 81), totalizando R$ 163,50;
  • Já quem ganha R$ 4.500 terá a seguinte contribuição: Paga 7,5% sobre R$ 1.100: R$ 82,50 de contribuição, mais 9% sobre R$ 1.103,48, que é a diferença de R$ 2.203,48 de R$ 1.100: R$ 99,31, mais 12% sobre R$ 1.101,74, que é a diferença de R$ 3.305,22 de R$ 2.203,48: R$ 132,21, mais 14% sobre R$ 1.194,78, que é a diferença de R$ 4.500 de R$ 3.305,22: R$ 167,27. Total de contribuição: R$ 481,29

Segundo especialistas, quem ganha até um salário mínimo vai pagar R$ 0,83 a menos por mês. Porém, todos que recebem acima de R$ 6.433,57 vão pagar a contribuição de R$ 751,99 – R$ 38,89 a mais em relação ao ano passado. Isso ocorre porque a contribuição é limitada ao teto da Previdência Social. 

Reajuste de salários

Devido à mudanças no INSS, apenas os salários a partir de R$ 6.156 terão aumento no valor da contribuição em relação a 2020. Isso acontece porque, com a tabela progressiva, momentaneamente os trabalhadores que não tiveram reajuste de salário terão a redução de contribuição. A exceção fica por conta dos trabalhadores que, em janeiro de 2021, tiveram reajustes de salários.

Se houver reajustes dos salários durante o ano, haverá mudança nas contribuições por conta do novo enquadramento nas faixas de contribuição. Por exemplo: se o trabalhador recebe R$ 2 mil e, em abril, tiver seu salário reajustado para R$ 2.500,00, até março ele vai pagar R$ 163,50, e a partir de abril pagará R$ 217,40.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS.

Deixe seu comentário