Inscrição FIES 2021: documentos necessários e obrigatórios. Saiba mais

O FIES 2021 abriu a inscrição para seu primeiro processo seletivo do ano. É possível realizá-la até o dia 29 de janeiro e o resultado está previsto para 02 de fevereiro.

Trata-se de um programa de financiamento estudantil de cursos superiores em instituições de ensino particulares, em alguns casos sem juros ou com juros reduzidos.

O pagamento do FIES é feito depois que o beneficiário conclui o curso e entra no mercado de trabalho, com valores mensais acessíveis, para não comprometer sua renda.

Aqui, indicamos quais são os documentos que você precisa para se inscrever no programa e tentar o financiamento estudantil, bem como os que precisam ser apresentados se for aprovado. Confira!

fies 2021 documentosFIES 2021

O FIES 2021 disponibilizará 93 mil vagas e financiamento em universidades da rede particular em duas modalidades do programa, o FIES e P-FIES. Mas, qual é a diferença entre ambos?

No FIES, o financiamento não tem juros e tem como foco famílias com renda mensal de até três salários mínimos. Além disso, o candidato precisa ter participado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em qualquer edição a partir de 2010.

A nota do Enem do candidato FIES deve ser maior do que 450 pontos (média para provas objetivas) e 400 na redação. Ou seja, qualquer candidato que não tenha essas notas é desconsiderado.

No P-FIES, o financiamento estudantil tem juros, mas são reduzidos em comparação aos tradicionais de bancos. As condições de pagamento também são especiais, para minimizar o risco de um superendividamento.

O P-FIES, popularmente Novo FIES, tradicionalmente tem como público candidatos que possuem renda familiar de até cinco salários mínimos. Mas, em virtude da pandemia de Covid-19, em 2021 não haverá limite de renda ou obrigatoriedade de usar a nota do Enem.

Documentos para inscrição no FIES 2021

Ao se inscrever no FIES, o candidato precisa apresentar documentos obrigatórios. Nesse momento, não há necessidade de encaminhar a cópia da documentação, mas sim de informar os números. Veja, a seguir, quais são esses documentos:

  1. RG do candidato;
  2. CPF do candidato e de pessoas do seu grupo familiar (que moram na mesma casa).

Posteriormente, em caso de aprovação é obrigatório apresentar os originais desses documentos, para garantir que o aluno possar usufruir do financiamento estudantil.

Como se inscrever no FIES 2021?

A inscrição FIES 2021 é exclusivamente realizada online no site do programa. A seguir, apresentamos um passo a passo para lhe auxiliar nesse processo:

  1. Acesse o site do FIES;
  2. Clique em “minha inscrição”;
  3. Se tiver conta na plataforma gov.br, clique em “entrar com gov.br”, informe seu CPF e senha de acesso. Caso não tenha, clique em “fazer cadastro” e siga as recomendações dadas na página;
  4. Preencha o formulário de inscrição no FIES. Os campos com asterisco são obrigatórios;
  5. Clique em “gravar e avançar”;
  6. Responda ao questionário de inscrição e clique em “gravar e avançar”;
  7. Informe dados sobre seu grupo familiar (pessoas que moram na mesma casa) e clique em “gravar”;
  8. Selecione até três opções de cursos e clique em “gravar e avançar”;
  9. Conclua a inscrição no FIES.

Vale lembrar que a inscrição FIES é gratuita e que o prazo para a efetuar é até o dia 29 de janeiro.

Documentos para aprovados no FIES 2021

Os candidatos aprovados no FIES 2021 precisam apresentar uma lista de documentos à universidade em que estudarão. Abaixo, indicamos qual é essa documentação:

Identificação do aprovado e dos membros de seu grupo familiar

  1. Carteira de identidade oficial com foto;
  2. CNH;
  3. Carteira funcional emitida por repartições públicas ou órgãos de classe;
  4. Identidade militar;
  5. Registro Nacional de Estrangeiros;
  6. Passaporte.

Comprovante de residência

  1. Contas de energia elétrica, gás, telefone ou água;
  2. Contrato de aluguel em vigor;
  3. Declaração anual de imposto de renda;
  4. Demonstrativo do INSS ou Receita Federal;
  5. Fatura de cartão de crédito;
  6. Qualquer boleto bancário.

Comprovante de rendimento do aprovado e grupo familiar

  1. Contracheque;
  2. Declaração de imposto de renda;
  3. CTPS atualizada;
  4. Extrato bancário dos últimos três meses;
  5. Declarações tributárias, se autônomo;
  6. Guias de recolhimento ao INSS, se profissional liberal;
  7. Contrato de locação ou arrendamento, se tiver rendimento de aluguel.

Comprovante de escolaridade

  1. Certificado de conclusão do ensino médio;
  2. Histórico escolar do ensino médio.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário