Valor minimo para declaração do imposto de renda 2021: quem precisa declarar?

O processo anual do Imposto de Renda não é algo que as pessoas esperam, principalmente aqueles que não entendem nada da execução do mesmo, que precisam realizar os gastos com contadores e demais questões relacionadas.

Quer saber mais sobre como funciona esse procedimento, quais são os valores mínimos para declaração do Imposto e demais informações para ficar sempre atualizado?

Qual o valor mínimo para a declaração do Imposto de Renda?

Qual o valor mínimo para a declaração do Imposto de Renda?

Para que seja obrigatório a execução de pagamento do Imposto de Renda, o contribuinte tem que ganhar mais que R$2.379,98 por mês, ou seja, acumulando no total de 12 meses R$28.559,70. Abaixo desse valor, não é necessário declarar o Imposto.

Também é importante que aqueles que tenham rendimentos isentos, sem tributação ou que sejam tributados direto na fonte com valor acima de R$40 mil, realizem a declaração.

Caso não realize a declaração do Imposto dentro do esperado, será multado no valor de R$165,74, além de 20% máximo do imposto devido.

Afinal, quem precisa declarar o Imposto de Renda?

Segundo informações da Receita Federal, as pessoas que tem a obrigação de pagar o imposto são aquelas:

  • Que receberam rendimento tributáveis – seja como salário ou aluguéis – que a soma anual tenha sido maior que R$28.559,70;
  • Tenham recebido rendimentos isentos, sem tributação ou com tributação exclusiva em sua fonte – seja por meio de indenizações, poupança ou doações – acima de R$40 mil;
  • Aqueles que tenham ganho em qualquer mês lucros por meio de vendas de bens ou com incidência de Imposto de Renda;
  • Aquelas pessoas que fazem operações em Bolsa de Valores, de mercadorias, ou de investimentos no geral;
  • Aqueles que tiveram no ano de 2020 uma receita bruta acima de R$142.798,50 exclusivamente em atividade rural;
  • Aqueles que até a data de 31 de dezembro de 2020 tenham bens de direito, incluindo os casos de terra nua, com valor igual ou maior que R$300 mil;
  • Aqueles que tenham se tornado residentes no Brasil a partir de qualquer mês até 31 de dezembro de 2020.

Quem está isento da declaração IR 2021?

Imposto de renda

Além daqueles já citados que tenham ganhou total abaixo de R$28.559,70, existem alguns casos específicos em que não é necessário fazer a declaração do Imposto de Renda, como:

  • Pessoas que tenham doenças graves como AIDS, câncer, cegueira, esclerose múltipla e demais possibilidades;
  • Pessoas que tenham rendimentos que sejam causados pela aposentadoria, pensão ou em caso de reforma.

Para que fique isento dessa declaração, é necessário o laudo pericial que comprove a condição atestada.

Qual o prazo de entrega do IR?

O contribuinte pode começar a se preparar para fazer a declaração do mesmo a partir do mês de janeiro, mas, o tempo limite vai até a primeira semana de abril, sujeito a alterações.

Dessa maneira, é sempre importante ficar atualizar em sites especializados no assunto, com pessoas que estão sempre antenadas e fazer de tudo para não perder o pagamento do mesmo, caso contrário, haverá problemas instalados. Leia mais abaixo.

Sonegação de impostos: é crime?

Uma pergunta que ecoa na cabeça de muitos brasileiros é qual a consequência de não fazer o pagamento, visto que muitos pensam no trabalho que isso trará em suas vidas. Bom, caso não seja realizado, é considerado sonegação de impostos, o que é considerado crime.

Quando o contribuinte que não fez a declaração do mesmo é pego, além de receber uma multa, poderá cumprir uma multa entre 2 até 5 anos.

Dessa forma, se está pensando em não declarar, lembrou que esqueceu de declarar algum item ou algum dado, é possível realizar uma retificação em conjunto com a Receita Federal – sem nenhuma adição de custos -, no prazo de até cinco dias.

Isso acontece porque nesse período acontece a já conhecida “malha fina”, da qual é feito um cruzamento de dados para verificar as informações apresentadas, tudo por meio do computador. Caso a receita ateste alguma desinformação em sua declaração, será examinada em detalhes, e em alguns casos, você terá que prestar demais esclarecimentos.

Nesse caso, existe a retificação, que atesta que o esquecimento não foi proposital, mas sim uma falha pessoal, da qual você está ciente e deseja arrumar.

Aqui em nosso site você poderá ter informações completas sobre o tema, portanto, fique sempre de olho nas demais novidades e artigos novos relacionados.

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário