Imposto de Renda 2021: o que acontece se você atrasar ou deixar de declarar? Confira!

Está tudo pronto para declarar o seu Imposto de Renda (IR) 2021? O período de declaração desse tributo ocorre entre os meses de março e abril.

Anualmente, essa fase é esperada por todos os contribuintes. E se no ano passado você fez certos investimentos, saiba que os seus rendimentos também vão ser tributados.

Quer saber mais sobre esse tributo? Neste artigo reunimos algumas das melhores dicas a respeito do IR! Saiba mais a seguir.

Prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda é adiado

Imposto de Renda 2021

Geralmente, o prazo tem início no dia 1° de março e chega ao fim em 30 de abril. Isso significa que o contribuinte tem dois meses para prestar contas junto ao fisco.

No entanto, devido a pandemia de covid-19, no ano passado a receita federal estabeleceu que a data final fosse prorrogada para 30 de junho.

Embora o calendário oficial não tenha sido divulgado, neste ano (2021) há esperanças de que ele volte a se normalizar.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2021?

Preparamos uma lista com os grupos que devem declarar o IR. Caso se enquadre a um desses grupos, você tem a obrigação em declarar o Imposto de Renda 2021. Confira:

  • Todos os cidadãos que, ao longo do ano de 2020, tiveram rendimentos acima de R$ 28.559,70;
  • É obrigado a declarar se o rendimento dos investimentos por ano ultrapassarem o valor de R$ 40.000,00;
  • Devem declarar os trabalhadores rurais que obtiveram renda bruta acima de R$ 142.798,50;
  • Caso tenha obtido rendimentos advindos de operações em bolsa de valores, está sujeito à declaração do imposto;
  • Pessoa que teve a posse de terra nua ou propriedade de bens em um valor acima de R$ 300.000,00;

Atraso na entrega do tributo

Se o contribuinte atrasou na entrega de sua declaração, ele vai poder fazê-la, mas, vai ter que arcar com uma multa.

No ano de 2020, essa penalidade foi imposta com multa de 1% ao mês-calendário, que foi calculada em cima do total do tributo em atraso.

Desta forma, R$ 165,74 é tido como valor mínimo. E sobre a renda devida, o valor máximo é de 20%.

Como a multa é aplicada

Ainda que você não tenha impostos a pagar, vai ser preciso efetuar o pagamento de uma multa que terá o valor estabelecido pela receita federal.

Dessa forma, conta-se o primeiro dia decorrente a data fixada para a entrega da declaração. Se tratando de o termo final, é contado o mês da entrega.

Logo após o contribuinte se manifestar em atraso com o imposto, ele vai receber a Notificação de Lançamento da multa.

Em seguida, é necessário imprimir o DARF e assim, realizar o pagamento.

E quanto às pessoas que deixam de declarar o Imposto de Renda 2021?

Nesse caso, se você está no grupo de pessoas que é obrigado a fazer o envio de sua declaração e não o fez, deve tomar cuidado.

Isso porque, o contribuinte que é obrigado a declarar e deixou de fazê-la, corre o risco de ter de enfrentar um processo e, na pior das hipóteses, ser investigado por sonegação fiscal.

A respeito desse crime, a pena é de 2 a 5 anos de reclusão. Além disso, o contribuinte vai ter que pagar uma multa que corresponda ao valor do imposto pendente, que será acrescida de até 150% de Juros Selic.

Impedimentos para quem não entrega a declaração

Além da possibilidade de cumprir pena, o contribuinte que não entrega a declaração, perde o direito de pedir um empréstimo, bem como financiar imóvel ou carros.

Isso porque, o contribuinte fica com o CPF registrado como “irregular”. Logo, o documento fica bloqueado.

Desta forma, além desses empecilhos, a pessoa não consegue participar de concurso público, assim como tirar ou renovar passaporte.

Veja também: Entenda as novas regras de cobrança do Imposto de Renda 2021

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante da leitura e apaixonado pela música.

Deixe seu comentário