Declaração imposto de renda 2021: regras, valores e como declarar sozinho

O Imposto de Renda é uma das obrigações dos brasileiros, principalmente para manter sua situação financeira legalizada perante ao governo. Considerado um incômodo para muitos e para outros uma facilidade, sempre surge a dúvida sobre como fazer todo o procedimento.

Está querendo realizar o mesmo sozinho e assim poupar o dinheiro que gastaria com um contador? Veja aqui como funciona esse procedimento, aprenda de uma vez por todas e nunca mais tenha dúvidas relacionadas ao assunto.

Leia informações completas abaixo e fique sempre antenado sobre novidades relacionadas aqui em nosso site.

Imposto de Renda 2021

Quem tem que declarar o imposto de renda em 2021?

Uma dúvida muito comum é quem são as pessoas que precisam realizar a declaração desse imposto. Se você está com essa dúvida, veja abaixo se você se encaixa nos pré requisitos:

  • Pessoas que receberam uma renda tributável entre janeiro até dezembro de 2020 com valor maior que R$28.559,79;
  • Aqueles que tenham recebido rendimentos tributáveis com valor maior do que R$28.559,70 no ano de 2020;
  • Aqueles que até o último dia de 2020 tenham posses que somem valor acima de R$300 mil;
  • Aqueles que tenham passado a receita bruta em mais de R$142.798,50 em atividades rurais;
  • Recém imigrantes que estão morando no Brasil a partir de qualquer mês de 2020;
  • Os contribuintes que tenham rendimentos isentos em mais de R$40 mil;
  • Aqueles que tiveram em qualquer mês de 2020 um ganho de capital por meio de venda de bens ou por operações na Bolsa de Valores;
  • Os contribuintes que escolheram a isenção de impostos durante a venda de um imóvel para a compra de outro dentro do período de 180 dias.
Declaração do imposto de renda: como funciona?

Quais são os documentos necessários?

Será preciso se preparar para a reunião de documentos, como:

  • Comprovações de gastos dedutíveis – como aqueles relacionados com despesas de saúde, educação e impostos;
  • Documentos dos bens e imóveis que estão no nome do contribuinte;
  • Comprovantes anuais dos rendimentos;
  • CPF e CNPJ de dependentes e também de fontes pagadoras.

É possível solicitar o informe de rendimentos na empresa que trabalha ou que trabalhou durante o ano de 2020, além do extrato do IR nos bancos que possui conta, tudo isso de forma fácil e rápida por meio do internet banking.

Preenchimento do formulário IR 2021

Declaração do imposto de renda: como funciona?

Para preencher o formulário correspondente, será preciso baixar o aplicativo da Receita Federal em seu computador. Depois, é só fazer todo o procedimento por meio do gerador. Além disso, caso queira, é possível realizar o procedimento por meio do aplicativo da Sefaz para smartphone, que está disponível para Android e também para iOS.

Dados necessários para preencher imposto de renda

Depois de já ter realizado o download do aplicativo, será preciso preencher os dados básicos que são solicitados pelo sistema, como seu nome completo, número de CPF, número de título eleitoral e também sua ocupação.

Depois disso, é o momento de incluir os dados dos seus dependentes, nesse caso pode ser cônjuge e filhos. Agora, preencha a declaração de todos os rendimentos. Cuidado para não se esquecer de nenhum.

Dessa forma, poderá também informar demais rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica, aqueles que são isentos e também os não tributáveis, sem falar naqueles recebidos de forma acumulada.

Quais são os gastos dedutíveis do IR?

Depois de fazer a declaração dos rendimentos, é o momento de preencher quais são as despesas referentes ao ano de 2020. Esse é o momento de incluir gastos dedutíveis e também os não dedutíveis, até mesmo aqueles que estão relacionados com os dependentes.

Fique sempre esperto para preencher todos os dados necessários, visto que do contrário, poderá cair na malha fina. Preste atenção no preenchimento de “bens e direitos” e “dívidas e ônus”.

Mesmo aqueles valores que não tem valor relevante para registro no IR, precisam ser registrados, visto que podem evitar problemas futuros e pendências que não foram justificadas.

No final da declaração, o próprio sistema irá indicar se existe alguma pendência que não foi registrada. É preciso também aguardar o comprovante da declaração para eventuais questões que podem solicitá-lo.

Agora que você já sabe como funciona o processo de imposto de renda e sabe como executá-lo de forma rápida, fique atento em quais são as datas necessárias para realizar o preenchimento e demais informações.

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário