Extrato FGTS – Como consultar e emitir em 2021

O Extrato FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Trabalho) pode ser emitido online pelo site ou aplicativo da Caixa Econômica. Com o extrato, o trabalhador poderá conferir o saldo disponível, inclusive, saber quanto – e se pode – sacar o FGTS emergencial liberado pelo governo em 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus.

Emitir o extrato do FGTS també é importante para manter o controle das suas finanças, principalmente para quem faz a declaração do imposto de renda – afinal, o saldo do fundo também precisa estar informado no IR.

Independente do motivo pelo qual você quer fazer a consulta este guia completo vai te ajudar a consultar seu saldo e emitir o extrato para conferência dos dados.

Como emitir o extrato do FGTS em 2021

Há 3 formas de consultar o extrato do FGTS.  Use a que lhe for mais conveniente:

Veja também:

Aplicativo FGTS

Se você quer consultar o seu saldo e Extrato FGTS com frequência, mas utiliza mais o celular do que o computador baixe o aplicativo do FGTS, basta ir até a Play Store ou Apple Store e digitar no buscar “FGTS”.

Lá você poderá ter mais informações sobre o programa e conferir sempre pela ferramenta as atualizações na sua conta. Confira como funciona na prática para ver o saldo FGTS no celular:

  1. Faça o download do aplicativo FGTS na Play Store ou Apple Store;
  2. Ao acessar o app selecione a opção “Primeiro acesso”/
  3. Leia o regulamento e as condições;
  4. Digite o número do seu PIS/NIS;
  5. Preencha o formulário com seus dados;
  6. Crie uma senha e cadastr-se;
  7. Faça o login no aplicativo usando o seu NIS e senha;
  8. Confira o saldo do seu FGTS na página inicial e seleicone a opção “Extrato” para conferir os saldos e depósitos de cada uma das contas existentes.

Ficou alguma dúvida? Então confere o vídeo tutorial da Caixa:

SMS

extrato do FGTS

O Governo Federal disponibiliza um serviço de SMS informando o trabalhador sobre o saldo disponível no fundo de garantia todos os meses.

Para aderir ao serviço gratuito basta acessar o site oficial do FGTS, rolar a página e clicar em “Saldo FGTS via Celular”.

Mais de 10 milhões de pessoas estão cadastradas ao serviço de mensagens. Esse envio também pode ser feito a cada semestre ou anualmente por meio de envio do extrato impresso por correios, para solicitar o serviço basta atualizar seu endereço no espaço de usuário do site.

Além da consulta do saldo FGTS o serviço de SMS alerta o cidadão de qualquer movimentação feita no Fundo, o que faz com que a fiscalização do pagamento pelos cidadãos seja muito mais prática, afinal, é dever de todos os trabalhadores conferir se o pagamento está sendo feito em dia.

Esse serviço é para caso queira confirmar a quantidade de dinheiro disponível na sua conta. Você também pode se cadastrar no serviço pelo canal de atendimento 0800 726 0207.

Essa opção é a melhor forma de acompanhar extrato da consulta saldo do FGTS, pois a ferramenta fica programada para lhe dar as informações, sem precisar que você todo mês entre no computador para acessar o saldo ou tenha que se dirigir até a Caixa Econômica Federal.

Site da Caixa

  1. Acesse o site oficial do FGTS pelo portal da Caixa no www.caixa.gov.br;
  2. No fim da página selecione a opção “Extrato Completo”;
    Como consultar extrato FGTS
  3. Clique no Botão amarelo “Consultar extrato completo do FGTS”. Você será redirecionado para uma nova aba, essa é a maneira de ver o PIS pela internet;Como consultar extrato FGTS
  4. Preencha o seu número do PIS (aquele que consta na sua carteira de trabalho) e senha. Se você ainda não tem uma senha do cartão cidadão cadastrada clique no botão azul “Cadastrar Senha” logo abaixo. Caso contrário, somente coloque a sua senha anteriormente cadastrada.
  5. Todos que possuem uma carteira de trabalho tem direito ao PIS, ele já vem automaticamente colocado em sua CLT, que dá acesso a todos os direitos do trabalhador.

Para ter uma senha permanente você deve ir até a sede da Caixa Econômica Federal da sua cidade e solicitar um cartão cidadão – mesmo utilizado para o recebimento do bolsa família.

Dessa maneira tem acesso a todos os serviços que a Caixa oferece e os benefícios do trabalhador. No momento em que este é entregue, é feito uma senha permanente para o acesso no site.

Caso queira realizar uma consulta rápida você pode cadastrar uma senha temporária por meio do site. Isso fará com que você possa conferir o seu FGTS e conseguir se programar para possíveis saques em caso de necessidade do dinheiro. Mas, lembre-se que  a possibilidade de adquirir o dinheiro depositado tem limitações.

Emitir o extrato FGTS presencialmente

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) esta opção deve ser escolhida somente caso o trabalhador não tenha conseguido realizar a operação por meio das plataformas digitais.

Desta forma, a última opção de retirar o extrato do fundo de garantia ou consultar Extrato FGTS é ir presencialmente a uma sede da Caixa Econômica Federal.

Lá você será orientado, o documento que lhe será entregue servirá para provar a quantidade de dinheiro armazenado.

Para conseguir o documento não esqueça de levar consigo a carteira de identidade e de trabalho (por conta do número do NIS).

O que é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é um direito que todo trabalhador registrado têm.

Todo mês enquanto você estiver trabalhando, a empresa contratante tem obrigação de depositar 8% do seu salário mensal nesta conta aberta automaticamente no seu nome na Caixa no momento da sua contratação.

O que é o Extrato FGTS completo?

O Extrato FGTS completo é o extrato que te informa a movimentação acontecida no seu fundo nos últimos seis meses até o dia da consulta.

Ele serve para fiscalizar se os pagamentos estão sendo feitos em dia e também para comprovar valores do FGTS, para alguma situação em que seja necessária.

  • Dados cadastrais do empregador;
  • Dados cadastrais do empregado;
  • Data do último depósito na conta;
  • Saldo total;
  • Todos o histórico de movimentação da conta do dia da consulta até seis meses atrás. Lembrando que, se você trabalhou em mais de uma empresa, não terá contas diferentes – a única coisa que muda é o nome do empregador que faz o depósito.

Para saber que dia vai cair o seu dinheiro do FGTS na conta em seu nome na Caixa consulte o calendário do PIS.

Lembre-se que nem sempre a empresa pode depositar na data correta os valores, é dever do trabalhador e empregador trabalhar como fiscalizadores dos direitos para que não fique devendo quantias aos funcionários.

Hoje em dia a melhor forma de realizar esta verificação é por meio do extrato do FGTS a ser consultado por meio do aplicativo disponível para iOS e Android.

Esqueci minha senha do FGTS: e agora?

Caso esqueça a senha do seu cartão cidadão é importante que a recupere para consultar o Extrato FGTS, se você tem conta na Caixa, siga os passos abaixo:

  1. Vá até o site da Caixa;
  2. Preencha o campo com o seu número do NIS/PIS, não preencha a opção da senha;
  3. Depois é preciso clicar em “Trocar Senha”;
  4. Agora, é necessário que você insira os dados e depois altere a senha.

Dessa maneira, já é possível fazer a consulta do saldo FGTS, em caso de dúvidas, você pode ligar para o telefone 0800 726 0207.

Se você usufrui de qualquer benefício ou programa social já terá um cadastro por meio do cartão cidadão. Para quem quer ter o acesso veja aqui como realizar a conectividade social.

Quem tem direito ao FGTS?

saque-no-exterior-fgts

Não são todos os trabalhadores que tem direito ao Fundo de Garantia de Serviço, veja aqui quais são os funcionários que podem obter esse benefícios do governo:

  • Trabalhador com contrato de trabalho forma, com registro na CLT;
  • Trabalhadores rurais, temporários, avulsos e safreiros;
  • Atletas Profissionais;
  • Empregador doméstico – de acordo com a preferência do empregado se quer ou não recolher o FGTS.

Diretor não empregado e empregados domésticos estarão incluídos no Fundo de Garantia caso o empregador queira, ou seja, depende da pessoa que está te contratando.

Por conta da pandemia do novo coronavírus o saque emergencial do FGTS foi liberado em 2020 e também será renovado em 2021. Assim, mesmo quem tem contas inativas poderá usar até R$ 1.045 do saldo disponível para o que quiser.

Criamos um Guia Completo sobre o FGTS para você entender todos os detalhes do benefício, assim você tira todas as suas dúvidas!

Como Retirar o FGTS?

Antes que você saiba como tirar o seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, é preciso que você entenda que não é a qualquer momento ou situação que o dinheiro pode ser retirado da conta. Veja quando se tem o direito de sacar:

  • Morte do patrão;
  • Fechamento da Empresa;
  • Quem recebe bolsa família ou é declarado carente;
  • Morte do Trabalhador;
  • Quem for demitido, mesmo que esteja recebendo o seguro desemprego;
  • Em casos de necessidade urgente por causa de desastres naturais, quando for declarado estado de emergência ou calamidade pública por parte do Governo Federal;
  • Se a conta não tiver movimentação durante 3 anos.
  • Modalidades de saque do FGTS: saque emergencial, de aniversário e outros

Para sacar o valor, você precisará se dirigir a uma agência Caixa Econômica Federal. A documentação necessária vai variar de acordo com caso, encontre uma agência mais perto de você, veja o que é pedido no padrão abaixo:

Demissão Sem Justa Causa: se você foi demitido sem justa causa, você vai precisar do seu RG, Carteira de Trabalho, Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (Caso o contrato tiver mais de um ano, é necessária a homologação por parte do Sindicato responsável ou pelo Ministério do Trabalho, somente dessa maneira o saque estará autorizado). Esse estará disponível até 5 dias da solicitação realizada na conta do trabalhador ou em sua conta.

Caso o saque seja de um valor igual ou abaixo de R$ 1,5 mil, você pode sacar esse dinheiro:

  • Nas lotéricas;
  • Correspondentes Caixa Aqui;
  • Postos de atendimento eletrônico e sala de autoatendimento para quem possui cartão cidadão e senha cadastrada.
  • Leve consigo um documento de identificação para a retirada
  • Antes de realizar o saque faça a consulta do seu saldo, você consegue fazer isso pela internet de graçaPara saber a documentação necessária de cada caso, acesse o link.

Em casos de saque no exterior, o trabalhador vai precisar ir até o consulado brasileiro mais próximo e ter pelo menos uma das condições citadas abaixo:

  • Ser despedido sem justa causa;
  • Extinção normal do contrato de trabalho de termo;
  • Aposentadoria com a concessão da Previdência Social;
  • O trabalhador tem que ter a permanência fora do regime de FGTS por pelo menos 3 anos ininterruptos.

Os valores serão creditados em contas da Caixa ou do Banco do Brasil de titularidade do trabalhador, caso a conta não seja brasileira, pode ser pedido para que o valor seja depositada em outra conta com vínculo nacional. Caso ainda tenha dúvidas, acesse o site.

Como usar o FGTS

O FGTS tem rendimento?

Sim, o rendimento é de 3% ao ano, sendo que o valor base é sempre atualizado no dia 10 de cada mês e pode sofrer diferenças conforme atualização monetária.

Por ser um investimento bastante seguro, muitos economistas criticam essa estratégia realizada após a consolidação das leis de trabalho, uma vez que vários outros tipos de investimentos poderiam ser mais rentáveis ao trabalhador, sem necessidade de obrigar a receber um fundo de garantia para proteger o futuro daquele cidadão.

Ele é somente mais um dos direitos conquistados após a consolidação das leis trabalhistas que dá muito mais responsabilidade ao empregador no trato com os funcionários. Além da conta FGTS ainda são previstos o recebimento do PIS, recebimento de seguro desemprego, contribuição ao INSS e outros.

Como funciona o FGTS e quando eu posso retirar o dinheiro?

O FGTS é garantido pela lei  8.036/1990. A intenção do Governo Federal é de garantir aos trabalhadores uma reserva de dinheiro que possa ser usada em situações de emergência e/ou investimento.

O dinheiro do FGTS corresponde a 8% do ganho mensal do funcionário (incluindo horas extras, férias etc, se houver) + correção monetária. Esse valor precisa ser obrigatoriamente depositado pelo contratante para todos os contratados em regime assalariado em carteira assinada.

Caso a empresa não faça o lançamento dos valores em dia é possível recorrer ao sindicato para exigir os valores, que deverão ser pagos com acréscimo de juros referentes ao atraso, essa consulta pode ser realizada no site da Caixa Econômica.

Como funciona o FGTS

O dinheiro é depositado em uma conta aberta automaticamente em nome do funcionário na Caixa Econômica Federal a partir do primeiro mês de contrato. Os valores que ali ficam funcionam como uma poupança, arrecadam juros. No entanto, o dinheiro do FGTS só poderá ser utilizado para algumas ocasiões como:

  • Financiamento de casa própria;
  • Doença na família;
  • Demissão sem justa causa;
  • Aposentadoria;
  • Estágios terminais de doenças;
  • Trabalhadores com mais de 70 anos;
  • Término do contrato de trabalho temporário.

Em 2018, as contas inativas do FGTS fizeram com que muitos abrissem os olhos para esse dinheiro guardado. Por uma decisão governamental foi decretado que as pessoas que tinham pedido demissão até o dia 31/12/2015 pudessem ter acesso total ao saque sem precisar justificar o motivo. O mesmo só  poderia ser feito dentro da lei no fim de 2018.

Poucos anos mais tarde, em 2020 as contas inativas foram novamente apertas, mas desta vez como uma alternativa de aquecer a economia em um momento de crise ocasionada pela pandemia. Em 2021, a facilidade foi renovada.

Para saber quanto você tem na sua conta inativa basta verificar o saldo do FGTS. Você precisará completar seus dados para fazer a pesquisa.

Consulta Extrato FGTS Inativo – Como sacar

Em 2017 o presidente Michel Temer anunciou a liberação do saque do FGTS dos trabalhadores que estavam com as contas inativas até a data de dezembro de 2015. A ideia do governo foi estimular a economia com lançamento de mais de 1 milhão de reais em mãos de diferentes consumidores.

O saque estava liberado para no máximo julho de 2017, separado de acordo com o mês de nascimento de cada cidadão. Nestes casos o saque foi ilimitado, sem necessidade de informar a causa da retirada do dinheiro do fundo de garantia, como acontece com os demais tipos de resgates para quem não está com a conta inativa.

Se já passou do prazo do saque então sua conta que estava inativa permanecerá bloqueada pelo tempo restante dos máximos 3 anos após a condição: no caso demissão por justa causa ou quando o funcionário que pediu a demissão.

extrato fgts inativo

O que acontece se eu for mandado embora

Quando o empregado é mandado embora da empresa sem justa causa, é obrigação da empresa pagar uma multa de 40% em cima do valor existente no Fundo de Garantia, mesmo que parte ou todo o valor tenha sido sacado. Em caso de mais dúvidas, ligue 0800 726 0101 ou acesse o site.

Até então você deverá ter recebido no FGTS referente a 8% do seu salário mensal desde a data que entrou na empresa, no momento de assinar o seu contrato de rescisão de trabalho poderá lhe ser perguntado se você quer sacar este dinheiro na hora.

Avalie suas condições e veja qual será a melhor forma de consultar o saldo e extrato do fundo de garantia para utilizar o dinheiro investido com sabedoria num momento de fragilidade financeira.

Antes de tomar qualquer decisão é importante realizar a consulta e cálculo do FGTS, confirmar o abono salarial para então decidir o que pode ser feito com o dinheiro.

Faça aqui o cálculo da rescisão de trabalho e confira no total o quanto você receberá após o desligamento completo do seu trabalho, o dinheiro de recebimento vai muito além do fundo de garantia.

Avatar
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e pós-graduanda em Negócios Digitais. Tem mais de 600 artigos publicados em sites dos mais variados nichos e quatro anos de experiência em marketing digital. Em seus trabalhos, busca usar da informação consciente como um instrumento de impacto positivo na sociedade.

2 comentários

  • A empresa pode deixar de pagar o aviso e a multa recisoria?

Deixe seu comentário