ENEM digital: mitos e verdades sobre a prova online

Vai ser a primeira vez na história que a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio acontecerá em outro formato, o ENEM digital, feito no computador.

Aproximadamente, mais de 90 mil candidatos vão fazer a prova nesse novo modelo digital.

Justamente pelo fato de ter formato diferente, o ENEM digital 2020 tem deixado muita gente com dúvidas. Pensando nisso, preparamos um post para mostrar todos os mitos e verdades sobre esse assunto! Saiba mais a seguir.

Como vai funcionar e o que é o ENEM digital

ENEM digital

Ao invés de cadernos de provas e cartão de respostas impressos, os candidatos inscritos no ENEM digital 2020, vão usar o computador para ler e responder às questões das provas.

Esse novo formato do exame nacional vai ter a mesma estrutura das provas físicas (impressas). Confira:

  • As provas vão ser realizadas em dois domingos consecutivos;
  • O exame vai ser constituído por quatro provas objetivas:
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (45 questões)
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias (45 questões)
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (45 questões)
  • Matemática e suas Tecnologias (45 questões)
  • Uma prova de redação.

Além disso, os estudantes que vão fazer a prova digital, devem se dirigir ao endereço indicado em seu cartão de confirmação para realizar o exame no computador que a instituição de ensino disponibilizar.

Dúvidas que circulam nas redes sociais sobre o ENEM digital

Como é uma novidade, o ENEM digital também fez com que muitos internautas expusessem suas dúvidas nas redes sociais. Acompanhe quais são elas:

Vai ser preciso usar caneta preta?

De acordo com o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), é obrigatório que o candidato leve consigo a caneta preta e, que ela seja de tubo transparente.

Embora a prova seja feita no modelo digital, o candidato deverá produzir sua redação no papel, e não digitando no computador. Ou seja, NÃO ESQUEÇA A CANETA PRETA.

Local da prova

Para surpresa de muitos, ainda que as provas do ENEM digital exijam o uso de um computador, os candidatos inscritos precisam ir ao local de prova que o INEP designou.

Dessa forma, ninguém vai fazer o exame nacional em casa. Pois, segundo Alexandre Lopes (presidente do INEP), mesmo que existam condições para a realização da prova remota, no presente, o instituto ainda não pensou nessa possibilidade.

Vá de máscara

Pelo motivo de a pandemia estar sendo combatida, é obrigatório o uso de máscara. De acordo com Camilo Mussi (presidente substituto do INEP), espera-se que cada sala tenha, em média, 25 candidatos.

Dessa forma, é de extrema importância usar a máscara para se proteger da infecção. Além dessa medida protetiva, outros protocolos contra o novo coronavírus precisam ser respeitados, como:

  • Distanciamento entre as mesas;
  • Álcool em gel disponível e visível a todos os candidatos;
  • A sala precisa ter ventilação natural.

Logo, ao seguir essas normas, todos os estudantes inscritos vão poder fazer as provas sem haver maiores constrangimentos e acima de tudo, muito bem protegidos contra a covid-19.

Como vai funcionar o preenchimento do gabarito?

Agora, uma verdade: para que o candidato consiga responder às questões do ENEM digital, ele vai precisar apenas clicar na alternativa e em seguida salvar a resposta no computador. Não vai ser preciso preencher o gabarito manualmente.

Lugar para fazer os cálculos

Quem vai fazer as provas no modelo digital, vai receber uma folha de rascunhos para efetuar os cálculos.

Por esse motivo e também para fazer a prova de redação, é que o candidato precisa levar a caneta preta produzida em material transparente.

Vai ter computador para todos?

Sim, todos os inscritos no ENEM formato digital, vão ter acesso a um computador para realizar a prova.

No entanto, se alguma máquina apresentar problemas, o local de prova vai ter máquinas extras para substituir o computador defeituoso.

A respeito disso, é válido destacar que se for necessário transferir o candidato para outra sala (devido ao problema apresentado pela máquina) e esse procedimento levar mais do que 15 minutos, o concorrente vai ter de fazer a reaplicação do exame em fevereiro.

Igualdade para todos no ENEM digital

Como foi possível observar, em hipótese alguma, vai ser possível realizar a prova em casa.

Então, para promover a igualdade tanto para quem optou em fazer a prova impressa quanto àqueles que aderiram à versão digital, algumas medidas foram adotadas para impedir que o candidato cole.

Assim, todos os computadores não vão ter acesso à internet, não lerão CDs e não vai ser possível conectar dispositivos pelo cabo USB. Além disso, o concorrente não vai ter acesso a programas que editam textos, muito menos, calculadora.

Veja também: Como funciona o ENEM digital 2021?

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante da leitura e apaixonado pela música.

Deixe seu comentário