Dívida MEI: como renegociar, parcelar e pagar

Está em dúvidas sobre a dívida MEI? Saiba que os Microempreendedores Individuais que têm débitos pendentes podem optar pelo parcelamento de suas dívidas.

Esse procedimento é realizado de forma prática e por meio virtual, ambiente no qual o MEI consegue solicitar as parcelas.

A seguir, descubra mais a respeito desse assunto! Boa leitura.

Código de Acesso do Simples Nacional

Antes de tudo, para dar início o parcelamento da dívida MEI, é preciso que você tenha em mãos o código que o site do Simples Nacional disponibiliza. Para isso, basta seguir o passo a passo abaixo:

  • Para gerar o código de acesso, basta clicar aqui e em seguida vai ser direcionado ao site Simples Nacional;
  • Nos devidos campos, informe o seu CNPJ, número do CPF e digite todos os caracteres presentes na imagem;
  • Clique no ícone “Validar”;
  • Digite o número do seu IRPF;
  • Com todos os campos preenchidos, clique em “Continuar”;
  • Vai ser gerado um número em vermelho, que é o seu código de acesso. É importante que ele seja guardado para que você consiga ter acesso à próxima página.

Acesso à área de parcelamento da dívida MEI

Dívida MEI

Agora, com o código que foi gerado anteriormente, você precisa acessar a área de parcelamento da seguinte forma:

  • Mais uma vez, acesse a página do Simples Nacional e faça o preenchimento dos campos destinados com os seus dados pessoais e o código de acesso;
  • Digite os caracteres mostrados na imagem e clique em “Continuar”.

Veja também: Boleto de MEI

Assim que tiver acesso ao sistema do Simples Nacional, vai aparecer uma imagem dizendo que a permanência de débitos pendentes podem ocasionar em dívidas com a Receita Federal.

Se quiser ler a mensagem por inteira, clique em “sim”. Caso contrário, basta clicar em “não” e o parcelamento terá prosseguimento.

Na próxima etapa, vão surgir em sua tela, as seguintes opções:

  • Pedido de parcelamento: para solicitar o parcelamento, clique nessa opção;
  • Emissão de parcela: essa opção só fica disponível depois que é efetuado o pagamento da primeira parcela. Quanto a isso, o sistema permiti que apenas uma parcela seja emitida por mês.
  • Consulta Pedido de Parcelamento: nessa opção é possível analisar a situação do parcelamento, bem como os pedidos de parcelamento que foram feitos.
  • Desistência do Parcelamento: se você deseja cancelar um parcelamento que um dia solicitou, essa opção atua no cancelamento dele.
  • Débito Automático: caso não queira ter preocupações com contas a pagar, você pode selecionar essa opção para que o débito automático seja efetuado mensalmente.

Importantíssimo:

  • Geralmente, o prazo para efetuar o pagamento da primeira parcela é de 2 dias úteis. Se o pagamento não for efetuado, o parcelamento tende a ser cancelado automaticamente;
  • As outras parcelas só podem ser geradas mensalmente após o dia 10. E, o seu vencimento é até o último dia útil de cada mês;
  • Na opção “Emissão de Parcelas” é que são geradas as demais parcelas;
  • Lembra-se do seu “código de acesso”? Sempre que precisar acessar a plataforma do site Simples Nacional para emitir as parcelas, vai ser necessário utilizá-lo;
  • Não é possível obter mais de uma parcela por mês porque os juros são recalculados conforme a taxa Selic;
  • Com o intuito de evitar que alguma parcela fique sem pagar, você pode optar pelo “Débito Automático”, que é realizado diretamente em sua conta bancária.

Agora você já sabe que é possível pagar a dívida MEI e foi informado a respeito de como faz para parcelar o DAS atrasado.

Fique ligado no site Direitos. Aqui, diariamente tem conteúdos superimportantes a respeito dos aspectos de sua vida profissional e social!

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante da leitura e apaixonado pela música.

Deixe seu comentário