PIX: Dicas de segurança para evitar expor CPF e telefone. Veja!

O Pix trouxe muita praticidade e rapidez na hora de fazer pagamentos e transferências, mas é preciso ter muito cuidado, porque existe muita gente mal intencionada na internet. Porém, existem dicas de segurança para evitar expor seu CPF e telefone ao utilizar o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central.

Como você já sabe, a chave Pix pode ser seu CPF, número de telefone, CNPJ, e-mail ou algum outro dado importante, que não deve ser compartilhado com desconhecidos para evitar golpes. Uma das formas de se proteger dessa possibilidade, é utilizando uma chave aleatória, composta por letras, números e símbolos, gerada pelo Pix.

Mas também é possível excluir e criar novas chaves Pix a cada pagamento ou transferência. Dá mais trabalho, mas faz com que você não compartilhe seus dados com terceiros e evita que caia em armadilhas.

dicas de segurança para evitar expor seu CPF e telefone

Vantagens da chave aleatória

Como dissemos, a principal dica para evitar expor seu CPF e telefone utilizando o Pix é fazer uma chave aleatória. Que pode ser utilizada permanentemente ou pode ser excluída e gerada a cada vez que você fizer uma transação.

As principais vantagens da chave aleatória são a privacidade e a segurança dos seus dados. Isso porque, ao optar pela chave aleatória, seu CPF ou qualquer outro dado pessoal que poderia ser sua chave, não será mostrado.

A dica pode ser muito bem utilizada por lojistas e prestadores de serviços, que não querem mostrar suas contas nas redes sociais, que são um dos principais pontos de comércio atualmente, por exemplo. Além disso, se você é empresário, ter uma chave aleatória compensa, pois se torna muito mais seguro na hora de gerar QR Codes ou de imprimir documentos para pagamentos que ficam expostos em locais de grande circulação de pessoas.

Gerar chave aleatória

Para evitar expor seu CPF e telefone ao utilizar o Pix, é preciso gerar uma chave aleatória. Mas se você ainda está com dúvidas, não se preocupe, pois criamos um tutorial sobre como gerar chave aleatória.

O primeiro passo é acessar o aplicativo do seu banco em que esteja com o Pix cadastrado. Depois, clique em “Minhas chaves”, onde você poderá criar ou alterar seu código. Ao clicar em “Chave aleatória”, o sistema gerará automaticamente uma chave para você.

Pronto, agora sua chave aleatória Pix está pronta para ser utilizada e compartilhada com seus contatos, sem que você esteja à mercê de criminosos virtuais.

Fique ligado!

O Pix é o sistema de transações instantâneas do Banco Central, ou seja: tudo acontece na hora. A transferência, por exemplo, leva apenas 10 segundos para enviar o dinheiro para outra conta. 

Então, tome cuidado, pois não é possível cancelar o Pix caso você transfira para a conta errada. A única forma de ter o dinheiro que você transferiu de volta é pedindo que o recebedor do Pix devolva o valor pago. 

Logo, vai depender da boa vontade dessa pessoa a devolução do dinheiro. E não é bom contar com a sorte, não é mesmo?! Por isso, é muito importante que você preste bastante atenção na hora de fazer o Pix. Digite a chave com cuidado e sempre confira todos os dados para não cometer erros na hora de transferir dinheiro.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS.

Deixe seu comentário