Crédito para negativado: Caixa libera empréstimo sem consulta ao SPC

Boa notícia para quem está com o nome sujo! A Caixa Econômica Federal liberou uma modalidade de crédito para negativado que libera empréstimo de até 100 mil reais sem consulta ao SPC e SERASA. 

De acordo com informações do banco, a carta de crédito é destinada para quem está em dívidas. Porém, para garantir o pagamento, o banco aceita o penhor de bens e o FGTS.

Saiba abaixa como funcionam esses modelos de garantia.

Caixa libera crédito para negativado
Caixa Econômica Federal libera crédito para negativados.

Quais garantias posso dar para conseguir o crédito para negativado da Caixa?

Para conseguir o empréstimo da Caixa de até 100 mil reais mesmo tendo nome sujo, é preciso apresentar algumas garantias de pagamento, afinal, o banco também precisa se certificar de que irá receber novamente o dinheiro que foi emprestado.  

As modalidades de garantia aceitas nesse programa de crédito para negativado são:

Penhor

Modalidade já antiga no mercado, no penhor a pessoa apresenta como garantia algum bem de valor que poderá ser reivindicado pelo banco, caso o cidadão não cumpra com seus pagamentos.

Essa forma de garantia é uma das que tem a aprovação mais fácil. O valor do empréstimo, nessa condição, é calculado com base em 85% do valor de mercado do bem penhorado.

A Caixa Econômica Federal aceita como penhor joias em ouro de, no mínimo, 12 quilates, metais nobres, relógios, pérolas e outros bens.

Caso as parcelas não sejam pagas pelo devedor, mais inadimplência é gerada para o cliente e o penhor é leiloado.

FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no qual a Caixa é gestora de pagamentos, também pode ser utilizado como garantia de pagamento do empréstimo. 

Neste caso, a inadimplência das parcelas é resolvida com a retirada direta do FGTS da quantia correspondente à dívida.

Nesse modelo, o valor concedido é de 10% do saldo disponível na conta do fundo e de 40% da multa quando há demissão sem justa causa. A empresa, para solicitação, precisa ter aderido ao serviço. 

Neste caso, o cidadão deverá entrar em contato com o setor de Departamento Pessoal (DP) ou de Recursos Humanos (RH) para buscar mais informações.

Dicas para usar o empréstimo de forma consciente

O empréstimo pode ser uma salvação ou uma bola de neve, tudo depende da forma que ele é gerido. 

Segundo informações do portal de educação financeira Guia Bolso, é preciso avaliar a situação antes de iniciar a negociação de crédito, para verificar se, de fato, há a necessidade de solicitar o empréstimo. 

O empréstimo é válido, normalmente, nas seguintes situações: 

 

  • Trocar juros mais altos por taxas menores

 

O nome técnico para a operação é “consolidação da dívida”, e acontece quando pegamos um empréstimo para liquidar as demais dívidas de juros mais altos. É uma boa alternativa para cobrir o cheque especial ou evitar o crédito rotativo do cartão de crédito. Também é uma forma de renegociar as dívidas.

 

  • Obter descontos comprando à vista

 

Se você precisa comprar algo relevante, como uma geladeira ou móveis, pegar um empréstimo pode ser uma boa opção caso haja desconto na compra á vista. Normalmente, é possível conseguir bons descontos pagando à vista e pode valer a pena pegar empréstimo em vez de fazer o parcelamento na loja.

 

  • Limpar o nome no mercado

 

O acúmulo de dívidas pode levar as pessoas a terem o nome sujo nos serviços de proteção ao crédito. Além do desconforto psicológico, tal condição pode inviabilizar boas oportunidades, como um financiamento imobiliário. Ao contrair um empréstimo para pagar as dívidas, é possível limpar o nome rapidamente.

 

  • Abrir um negócio próprio

 

Em tempos de desemprego em alta, cresceu o número de brasileiros interessados em abrir um negócio próprio. O dinheiro não precisa ser uma barreira! O empréstimo pode fazer seu negócio sair do papel mais rápido e começar a te dar retorno no curto prazo.

Para mais informações sobre como conseguir o empréstimo da caixa para negativados, acesse o portal do banco.

Amanda Lino
Jornalista com mais de 7 anos de experiência em redações de rádio, TV e internet. Além de colaboradora da Webgo Content, Amanda também é host do podcast Me Empresta Seus Óculos, que trata sobre cotidiano.

Deixe seu comentário