Conta salário: como abrir uma conta no banco mesmo tendo nome sujo?

O trabalhador em um novo emprego pode ter várias dúvidas, seja sobre os horários, sobre o salário, sobre a forma de se portar na empresa, mas uma das que mais tomam a cabeça do funcionário com certeza é sobre a conta salário.

Muito é questionado sobre a necessidade de fazer uma conta salário, de modo a receber a remuneração mensal de forma mais segura e também realizar demais transações por ali.

Mas, há quem tenha dúvidas sobre a impossibilidade de criar uma nova conta por estar com o nome sujo. Mas, será mesmo que causa alguma interferência? Veja aqui e fique por dentro.

Conta salário: como abrir uma conta no banco mesmo tendo nome sujo?

Conta salário: como abrir uma conta no banco mesmo tendo nome sujo?

Ao começar a trabalhar em uma nova empresa, é necessário reunir uma série de documentos para se registrar, assim como é preciso abrir uma conta salário, que será utilizada pelo setor de Recursos Humanos para fazer o pagamento e envio de demais benefícios trabalhistas.

Essa conta tem o intuito de proteger a empresa e também o trabalhador, sendo comprovado que todos os pagamentos estão sendo realizados. Mas, há muitos bancos que possuem uma burocracia grande para realizar esse processo.

Há quem tenha a dúvida sobre a impossibilidade de abrir uma conta em determinado banco, visto que pode estar com dívidas ali contidas. Mas, é importante deixar claro que a instituição não pode se negar a abrir sua conta, visto que essa é uma necessidade da empresa e não sua, além de que, a empresa provavelmente terá um convênio com o banco em questão.

Dessa forma, mesmo com seu nome sujo no SPC ou Serasa, o banco não pode fazer a recusa de te ter como cliente, visto que é um serviço prestado especificamente para a empresa.

Além disso, não existem demais motivos para não ser contratado, visto que a conta salário não permite contratação de cartão de crédito, cheque especial, de produtos ou de demais serviços financeiros. Outro ponto que merece destaque é de que essa conta não pode cobrar nenhuma tarifa para existir.

Nesse caso, se o banco se recusar a fazer a abertura da conta, procure registrar com provas, sendo possível entrar na justiça e assim, obter uma indenização por danos morais, visto que a falta de abertura pode não só te impedir de receber o salário, mas também de ser contratado em alguns casos.

Outro ponto importante é que a instituição não possui nenhum direito de descontar de seu salário o que você está devendo. É proibido o débito de dívidas diretamente da conta salário sem que o consumidor tenha dado o devido consentimento. Se isso acontecer, cabe ao consumidor reunir demais provas e assim, entrar com uma indenização.

Depois da abertura da conta salário, o trabalhador possui o direito de pedir uma portabilidade para outro banco qualquer que tenha interesse, sendo que o procedimento é gratuito e é realizado no mesmo dia em que o salário será depositado pela empresa. Dessa forma, você não tem nenhuma obrigação de manter um vínculo em determinado banco por um convênio da empresa que trabalha.

Como abrir uma conta salário?

Essa conta será utilizada pela empresa em questão para realizar o depósito de valores correspondentes ao salário, ao FGTS e demais benefícios ou questões estritamente profissionais.

Para que o funcionário possa abrir sua conta salário, será necessário ter os seguintes documentos disponíveis:

  • Carta de recomendação da empresa – geralmente nela já constará o salário;
  • RG e CPF;
  • Comprovante de residência.

Essa não é uma obrigação por parte da empresa, geralmente ela acontece em instituições de porte maior, de modo a facilitar o processo de pagamento e assim diminuir taxas.

O trabalhador é o responsável por abrir a conta e também por fechá-la.

Com a conta salário, o responsável não poderá:

  • Usar talões de cheque;
  • Emitir cartões de crédito;
  • Ter saldo negativo – ou seja, não existe a possibilidade do cheque especial;
  • Receber depósitos além daqueles feitos pelo empregador.

A conta disponibiliza:

  • Cartão de débito;
  • Saques;
  • Consulta de saldo e retirada de extrato;
  • Transferência para demais contas;
  • Recarga de celular.

Vale a pena lembrar que não são todos os bancos que disponibilizam esse tipo de conta, por isso, fique atento naquele que possui a intenção de fazer o cadastro.

Agora que você já sabe que a conta salário deve ser feita, mesmo que você possua dívidas com o banco em questão, vale a pena ficar de olho em quais as especificidades do banco e também da empresa para com essa modalidade de depósito. Fique atento.

Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário