Consulta Simples Nacional — como usar o site para dados da sua empresa?

O Simples Nacional é um tipo de regime tributário que foi criado para descomplicar a vida de muitos microempreendedores.

Esse regime conseguiu unificar inúmeros impostos e tornou os procedimentos fiscais menos complexos, como, por exemplo, as Declarações Simples Nacional.

Neste artigo, entenda como funciona a consulta Simples Nacional e para que serve! Saiba mais a seguir.

Afinal, o que é o Simples Nacional?

O Simples Nacional, efetua o recolhimento de impostos, de forma simplificada, com o intuito de tornar a vida do empreendedor mais fácil.

Ele concede que as empresas possuidoras de faturamento anual de aproximadamente R$4,8 milhões, consigam ter acesso a alíquotas diferenciadas.

Desta forma, muitos MEIs foram beneficiados, pois antes, eles tinham que recolher todos os tributos em diferentes guias.

Consulta Simples Nacional: pré-requisitos para as empresas optantes pelo SN

Consulta Simples Nacional

Como é um regime destinado as micro e pequenas empresas, para que a organização se enquadre na categoria, ela deve atender a alguns pré-requisitos, como o faturamento anual.

A respeito desse rendimento, é válido lembra de que ele não pode ultrapassar os R$4,8 milhões.

Preparamos uma lista contendo alguns exemplos de pequenos negócios que podem optar pelo Simples Nacional:

  • Empresa de consultoria;
  • Loja virtual;
  • Salão de beleza;
  • Agência de turismo;
  • Clínica odontológica, médica ou terapêutica;
  • Empresa de contabilidade, serviços administrativos ou de tecnologia.

Quais empresas não podem optar pelo Simples Nacional?

Infelizmente, devido a alguns fatores, nem todas as empresas podem optar pelo Simples Nacional. Um deles que é levado em consideração, é o porte.

Sobre esse quesito, as empresas de médio ou até mesmo de grande porte, não podem ser optantes pelo SN.

A seguir, confira na lista, outros critérios que passam por análise no momento em que se escolhe essa forma de recolhimento:

  • Empresários que são sócios de outras organizações;
  • Instituições com filiais ou que possuem representantes no exterior;
  • Praticantes que exercem atividades atreladas a instituições financeiras;
  • Empreendedores que possuem débitos;
  • Pessoas físicas dono de outras empresas, que optaram pelo Simples Nacional, e tem uma receita que supere a quantia de R$4,8 milhões por ano;
  • Empreendedores que possuem vínculos como sócio com outras pessoas jurídicas.

Como consultar Simples Nacional para saber se minha empresa é optante?

É bem fácil efetuar a consulta Simples Nacional e desse modo, saber se a sua organização pode optar por esse regime.

Para isso, basta que você acesse o site oficial da Receita Federal. Dentro desse site, informe o CNPJ que sua empresa possui.

Após fazer isso, vai ser gerado um documento em que serão mostrados vários campos. Em um desses, vai estar um que é relacionado ao Simples Nacional.

Dentro dessa área, vai ser possível identificar se a sua empresa é ou não optante pelo regime do simples.

Consulta optante MEI no Simples Nacional

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) podem contar com o SIME, que é o Simples Nacional que os abrange.

Assim sendo, a vida de inúmeros empresários que possuem registro MEI, ficou mais fácil com a criação desse novo regime.

Dessa forma, foi permitido a eles o recolhimento de seus tributos em parcelas fixas mensais.

Logo, independente do faturamento obtido (não superando R$81 mil por ano), os valores continuam fixos. E isso faz com que seja bem diferente das outras categorias, que definem o valor conforme o faturamento.

Saiba mais: Como emitir 2ª via do boleto Simples Nacional

No site Direitos, você tem conteúdos novos todos os dias. Se quiser fazer algum comentário, abaixo tem uma área destinada a essa finalidade!

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante da leitura e apaixonado pela música.

Deixe seu comentário