Como utilizar R$85 mil do FGTS para comprar imóvel: aprenda aqui!

O Conselho Curador do FGTS, com o intuito de diminuir o déficit habitacional no Brasil, que está em alta em regiões principalmente no norte e nordeste, decidiu que o novo programa habitacional conhecido como “Casa Verde e Amarela”, possibilitará o financiamento de imóveis com valores mais altos por meio dos recursos do FGTS.

Assim, ao serem aprovadas essas novas regras, o trabalhador terá a chance de financiar os imóveis com valores de até R$85 mil utilizando o FGTS. Essa medida cabe nos pequenos municípios, destes que comportam até 50 mil habitantes. Antes, o valor limite para as mesmas localidades era de R$74 mil.

Conforme informações repassadas pelo secretário-adjunto da Secretaria Executiva do Ministério do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, essa medida será válida para todo o Brasil, mas, possui foco principal para o norte e nordeste, visto que os menores municípios brasileiros estão localizados lá.

Redução de taxas de juros

Como utilizar R$85 mil do FGTS para comprar imóvel: aprenda aqui!

Entre as principais vantagens do novo programa lançado pelo governo, estão as taxas de juros menores do que o previsto para as regiões já citadas. No momento, os juros variam entre 5% até 5,5% no ano. Muitos dos cortes acabaram beneficiando as regiões do Norte e Nordeste, da qual a taxa cairá menos 0,5% para as famílias de renda máximo de R$2 mil mensal, caindo também em 0,25% para aquelas famílias que tem ganho mensal entre R$2 mil até R$2,6 mil mensal. Assim, esse percentual permanecerá entre 4,25% durante o ano, ficando com 4,5% em demais localidades.

O norte e nordeste receberão demais benefícios além dos já citados. Nas outras regiões, famílias devem ter ganho mensal de no máximo R$2 mil ao mês, já no norte/nordeste, o rendimento mensal vai até R$2,6 mil.

Conforme divulgado no dia 26 de agosto no Diário Oficial da União, uma Medida Provisório de numeração 996/20 está em vigor para o programa habitacional de Jair Bolsonaro, do qual concede um financiamento e demais subsídios para a compra da casa nova.

Conhecido como “Casa Verde e Amarela”, ele contemplará as famílias que residem em áreas urbanas que possuem renda mensal de no máximo R$7 mil, além das famílias que moram em localidade rural de renda máxima de R$84 mil anual.

Ele tem o intuito de substituir o programa Minha Casa Minha Vida, que foi criado no ano de 2009 pelo então ex presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. Além de garantir a compra de uma casa nova, o programa também vai realizar o financiamento, regularização fundiária e reformas de níveis menores nos imóveis, como por exemplo a colocação de piso, construção de banheiro e demais possibilidades.

Essas são algumas modalidades específicas de financiamento que não estão disponíveis no programa Minha Casa Minha Vida. No texto da Medida Provisória, há linhas gerais do programa e também do detalhamento específico.

Ademais, o governo informou sobre o Casa Verde e Amarela, que serão três faixas de financiamento, como:

  • Grupo 1: irá atender as famílias que têm renda de até R$2 mil, com os menores juros e será a única faixa que terá acesso a financiamento de compra, reforma ou regularização fundiária;
  • Grupo 2: vai atender famílias que têm renda entre R$2 mil até R$4 mil;
  • Grupo 3: atenderá as famílias que possuem renda entre R$4 mil até R$7 mil.

Os dois últimos grupos só terão acesso ao financiamento para comprar uma casa ou para a regularização fundiária. Ademais, o financiamento de habitação, irá acontecer nos moldes já existentes do já conhecido Minha Casa Minha Vida. O programa também será financiado por meio de um banco, sendo necessário o intermédio de uma empresa privada para acontecer.

Segundo o Governo Federal, o Casa Verde e Amarela terá os juros mais baixos, com a intenção de atender mais pessoas do que o Minha Casa Minha Vida já executa.

Há muito de se esperar desse novo modelo de financiamento e reparos que será lançado pelo Governo, portanto, se você possui a intenção de se inscrever, vale a pena sempre ficar atento as demais atualizações e quando começará a valer em nosso país.

Muito será feito para melhorar a condição dos brasileiros daqui pra frente, seja para financiar casas, estudos ou demais possibilidades.

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário