Como dar entrada no seguro desemprego? Passo a passo

Para que o sustento de suas famílias seja garantido, trabalhadores cuja demissão ocorreu sem justa causa, têm direito ao auxílio temporário. Porém, por muito tempo, devido haver poucas informações, muitos se perguntavam: como dar estrada no seguro-desemprego?

No entanto, atualmente, todos os trâmites envolvendo o processo para obtenção do seguro-desemprego, se tornaram mais fáceis. E isso porque é possível adiantar partes desses procedimentos sem sair de casa, com a ajuda da internet.

Então, se o seu interesse é saber como conseguir esse benefício pela internet, este post vai te ajudar! Separamos 14 passos sobre como obter o seguro-desemprego. Vamos lá?

Tenho direito ao seguro-desemprego?

Antes de tudo, é importantíssimo saber se você tem direito a esse auxílio temporário. Por isso, separamos alguns critérios que você precisa se adequar, que são:

  • Demissão sem haver motivo — dispensa sem justa causa;
  • Tempo de trabalho;
  • Não obter vínculo empregatício no momento em que for requerer o benefício;
  • Estar livre do recebimento de benefícios advindos da Previdência Social — exceção ao Auxílio Acidente ou à Pensão por Morte;
  • Apresentar inexistência de renda própria para o seu sustento, bem como a de sua família;
  • Demonstrar que recebeu salário de seu último emprego sob as seguintes circunstâncias:
  •  1ª solicitação: cerca de 12 meses dos últimos 18 meses anteriores à data da dispensa;
  •  2ª solicitação: cerca de 9 meses nos últimos 12 meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando da segunda solicitação;
  •  3ª solicitação: em vista das demais solicitações, apresentar cada um dos 6 meses imediatamente anteriores à data de dispensa.
  • No caso do trabalhadores rurais, se faz necessário que tenha 15 meses de carteira assinada no período referente aos últimos 2 anos;
  • Não estar associado à participação nos lucros que a empresa obtém.

Passo a passo para conseguir seguro-desemprego

Seguro-desemprego

Contudo, para realizar a solicitação do seguro-desemprego, é importantíssimo que saiba que o mesmo subdivide-se em duas partes. Analise bem:

  • O requerimento deve ser feito de forma online ao preencher um formulário com todos os seus dados pessoais, bem como profissionais;
  • Após esse preenchimento, procure uma agência do Ministério do Trabalho com o intuito de apresentar os documentos requisitados para comprovar se realmente tem direito ao seguro desemprego.

 

Importante: em vista do cenário social pandêmico imposto pelo novo coronavírus, estão suspensos os agendamentos presenciais no qual eram necessários para promover a apresentação de toda a documentação.

Deste modo, enquanto perdurar a pandemia, a solicitação tem se dado de forma online, ambiente virtual em que você anexa toda documentação exigida.

 

Agora, vamos primeiro à solicitação pela internet:

1º passo: acesse ao site Emprega Brasil e em seguida, realize o cadastro dentro do site.

2º passo: na página seguinte, preencha as lacunas com o seu nome completo, CPF,  telefone para contato e e-mail. Confirme que você não é um robô e aceite os Termos de Uso do site.

3º passo: nesse momento, confirme a data de seu nascimento.

4º passo: aparecerão as formas pela qual você deseja que sua senha provisória seja enviada: e-mail ou pelo número de celular cadastrado.

5º passo: verifique se o código de confirmação chegou como SMS em seu celular ou em mensagem na sua caixa de e-mail.

6º passo: crie e em seguida, defina sua senha.

7º passo: acesse novamente o site Emprega Brasil. No canto superior direito, clique na opção “entrar”.

8º passo: ao abrir uma nova página, clique em “Já tenho cadastro”. Desse modo, quando você visualizar a opção “Clique aqui para completar o seu cadastro”, clique nessa opção para poder completar o seu cadastro.

9º passo: com a Carteira de Trabalho em mãos, responda ao menos 4 das 5 perguntas que vão aparecer. Isso porque essas indagações são a respeito de seu histórico — lembrando que você deve acertá-las.

10º passo: agora, é necessário acesso ao site da Secretaria do Trabalho para que suas informações pessoais sejam atualizadas.

11º passo: depois de seguir todos os passos anteriores, se tornará visível a opção para que você peça o seguro-desemprego.

Vale salientar que é preciso que esteja de posse do número de requerimento de seguro-desemprego que é fornecido pela última organização a qual fez parte, seu último empregador.

12º passo: se faz preciso que mais uma vez, você preencha as lacunas de um formulário com os seus dados pessoais.

13º passo: o site vai sugerir vagas de trabalho que tenham semelhança com o seu perfil profissional. Além disso, será oferecido cursos de qualificação profissional.

14º passo: nesse momento, confirme que você quer receber o auxílio temporário seguro-desemprego.

Pronto, seu requerimento para receber as parcelas que lhe cabe do seguro-desemprego, foi concluído!

Esperamos que este post tenha sido muitíssimo útil e que você, após seguir todos os passos, tenha conseguido receber seu seguro-desemprego.

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante da leitura e apaixonado pela música.

Deixe seu comentário