Quais são os auxílios garantidos pelo governo para quem tem baixa renda?

Muitos brasileiros vivem no limite monetário possível, principalmente pelos salários baixos, pelas condições de trabalho nem sempre tão positiva, pelas longas jornadas de trabalho e demais possibilidades.

Você sabia que existem vários auxílios que são garantidos pelo governo para ajudar quem está em uma situação considerada de baixa renda? Se está querendo saber quais são elas, fique por dentro e se atualize.

Quais são os auxílios garantidos pelo governo para quem tem baixa renda?

Quais são os auxílios garantidos pelo governo para quem tem baixa renda?

Por meio do Cadastro Único, as famílias de baixa renda podem ter acesso a demais acessos a benefícios para diminuir a situação de pobreza e extrema pobreza. Conhecido por ser um documento auto declaratório, lá existem todos os dados de família como a composição, identificação, documentação de cada um deles, qualificação escolar e demais questões importantes.

Essas informações são utilizadas pelo Governo Federal dentro dos estados e dos município para melhorar as política públicas, de modo a melhorar a vida desses núcleos. Veja abaixo alguns dos programas existentes:

1 – Bolsa Família

Conhecido por ser o programa de transferência de renda direta, com o Bolsa Família há um direcionamento de dinheiro direto para as famílias consideradas em situação de extrema pobreza em todo o país, com o intuito de melhorar de forma progressiva essa situação.

São avaliadas várias questões, como, a frequência das crianças e adolescentes nas instituições de ensino, se os bebês estão com todas as vacinas em dia, se as mulheres grávidas estão fazendo o acompanhamento do pré natal e demais características.

2 – Benefício de Prestação Continuada (BPC)

Benefício que começou a contar a partir de 2016, por meio da inscrição do CadÚnico e também pelo CPF, o BPC garante o pagamento de um salário mínimo mensal para os idosos com mais de 65 anos ou ao deficiente físico, mental, intelectual ou sensorial a longo prazo. Dessa forma, é preciso que a renda da composição familiar seja menos do que ¼ do salário mínimo instaurado.

3 – Minha Casa Minha Vida

Conhecido por ser uma forma de parcelar a moradia própria, o Minha Casa Minha Vida surgiu como forma de melhorar os processos de financiamento de lares, reduzindo os juros, aumentando as parcelas disponíveis e melhorando as condições para que isso seja possível.

Por meio dele, há uma série de atendimentos que podem ser realizado para quem quer investir em sua própria moradia, parcelando de modo a ser compatível com as condições financeiras existentes.

4 – Bolsa Verde

Conhecido por ser o Programa de Apoio à Conservação Ambiental, ele é um programa de transferência de renda para famílias que se encontram em situação de extrema pobreza e que estão instaladas em áreas de relevância para a conservação ambiental. O programa distribui o valor de R$300 a cada três meses para essas famílias, de modo a aumentar a preservação local.

5 – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI)

Iniciativa da qual procura proteger crianças e adolescente do trabalho infantil, principalmente aqueles que tem menos de 16 anos, o programa incentiva a ida até a esola e também atividades socioeducativas. O PETI faz o repasse mensal via Caixa Econômica Federal, um auxílio financeira composto entre R$25 até R$40 por criança, variando de acordo com o local em que moram.

6 – Fomento – Atividades Produtivas Rurais

Programa também de transferência de renda, ele é destinada para famílias que estão em situação de extrema pobreza, daquelas que atuam com atividades de agricultores familiares, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores ou aquelas que morem em comunidades tradicionais e também indígenas.

7 – Carteira do Idoso

Um documento do qual garante um acesso gratuito ou de desconto de no mínimo 50% para passagens interestaduais, segundo firmado pelo Estatuto do Idoso. Ele é destinado para pessoas com mais de 60 anos, que não possam comprovar renda individual de até 2 salários mínimos.

8 – Aposentadoria para pessoas de baixa renda

Com o intuito de atender as pessoas de baixa renda que não tem trabalho fora de sua casa, daquelas que atuam de forma considerada trabalho doméstico, por mês é pago uma alíquota de 5% correspondente ao salário mínimo.

9 – Brasil Carinhoso – destinado para creches

Programa que faz a transferência automática de recursos financeiros, não há a necessidade de convênio ou de demais ferramentas, é feito para custear demais despesas com manutenção e o desenvolvimento infantil.

Agora que você já sabe quais são os 9 auxílios existentes pelo Governo Brasileiro para melhorar a condição de vida dos brasileiros, não perca tempo e se cadastre logo.

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário