Auxílio Emergencial: Caixa libera saque para nascidos em junho

A Caixa Econômica Federal liberou hoje (6) os recursos para saque e transferência dos beneficiários do auxílio emergencial para nascidos em junho. 

A medida visa alcançar cerca de 3,9 milhões de pessoas que, por critério do programa, não fazem parte do Bolsa Família e tiveram o dinheiro creditado na conta poupança social digital no dia 16 de setembro. Na ocasião, foram destinados 2,5 bilhões de reais para o chamado ciclo 2 de pagamentos do auxílio emergencial. 

O valor disponível é de R$600, mas alguns beneficiários podem sacar ou transferir duas parcelas acumuladas, caso tenha. Porém, aqueles que tiveram o cadastro aprovado mais tardiamente terão acesso apenas ao novo valor, de R$300. 

Nova parcela do auxílio emergencial é liberada

Como e onde sacar o valor do auxílio emergencial?  

O beneficiário que desejar sacar o dinheiro em espécie pode realizar o procedimento em lotéricas, correspondentes do Caixa Aqui ou mesmo nas agências da Caixa. 

Porém, a Caixa Econômica Federal alerta para os horários das agências. O órgão reforça que não é preciso madrugar nas filas, para evitar aglomerações, e que todos àqueles que comparecerem de segunda a sexta – feira, das 08h às 13h, serão atendidos no mesmo dia. 

Além disso, o auxílio emergencial pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem, disponível para android e IOS. Para isso, basta selecionar a opção “saque sem cartão” e depois “gerar código de saque”. Logo após, o cidadão deve inserir a senha para visualizar o código de saque com validade de uma hora. Esse código deve ser utilizado para retirar o dinheiro. 

Pagamentos para cadastrados no bolsa família 

Os recursos do auxílio emergencial para quem é cadastrado no Bolsa Família e tem direito à prorrogação também já foi liberado para uso. Porém, vale ressaltar que, nos casos de quem recebe os dois auxílios, será depositado apenas o de maior valor. 

Ou seja, quem recebe menos de R$300 pelo Bolsa Família, irá receber apenas a parcela do auxílio emergencial. Não é possível acumular integramente ambos os benefícios. Para fazer o saque, o usuário pode usar o próprio cartão do Bolsa Família. 

A segunda parcela extra, também de R$300, será liberada entre 19 e 30 de outubro, conforme o último dígito do Número de Identificação Social (NIS). 

Como são feitos os pagamentos em ciclos? 

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado nos chamados ciclos de crédito, baseados no mês de nascimento dos beneficiários. Os ciclos são divididos em dois momentos: o de depósito na conta digital e o de liberação de saque.

Atualmente estamos no ciclo 2, no qual foram inclusos os trabalhadores que fizeram o cadastro nas agências dos correios entre 2 e 8 de julho e àqueles que realizaram o procedimento pelo site ou app entre 3 de julho e 16 de agosto e foram considerados aptos, justamente aos que tiveram a primeira parcela paga em meses anteriores, mas tiveram seus pedidos reavaliados. 

Os que tiveram o auxílio emergencial retido, devem receber todas as parcelas acumuladas juntas, durante o ciclo 2. Já aqueles que fizeram o cadastro pelos Correios e os que enviaram sua contestação vão receberem a primeira parcela no ciclo dois e as demais entre os ciclos 3 e 4.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

VEJA TAMBÉM
Como fazer saque emergencial do FGTS

Próximas datas de pagamento do auxílio emergencial 2021

No total, serão feitos 6 ciclos de pagamentos, com depósitos até o dia 29 de dezembro e saques até 27 de janeiro de 2021. 

A quantidade de parcelas está relacionada à data da liberação do benefício, ou seja, àqueles que conseguiram se cadastrar antes de abril, recebem 9 parcelas, enquanto os que se cadastraram nos demais meses tem seu total reduzido. 

O valor também sofreu alteração. Às cinco primeiras parcelas foram de R$600, enquanto às últimas serão de R$ 300, conforme orientado pelo governo federal. Lembrando que mulheres chefes de família tem direito ao valor do auxílio dobrado, logo R$1200,00 nas primeiras parcelas e R$600,00 nas últimas. 

Amanda Lino
Jornalista com mais de 7 anos de experiência em redações de rádio, TV e internet. Além de colaboradora da Webgo Content, Amanda também é host do podcast Me Empresta Seus Óculos, que trata sobre cotidiano.

Deixe seu comentário