Auxílio emergencial: lançado calendário com novas parcelas

Com o grande abalo da economia causado pelo Coronavírus, muitas pessoas ficaram desempregadas ou os faturamentos de autônomos despencaram em alta quantidade, o que forçou o governo a tomar uma atitude sobre o assunto, gerando uma renda emergencial para quem se encontra nessa situação.

O auxílio emergencial surgiu para “desafogar” os trabalhadores com o valor mensal de R$600,00 e algumas parcelas de R$300,00.

Veja abaixo mais sobre o novo calendário de distribuição das parcelas e demais atualizações.

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.

Pagamento realizado por ciclos: como funcionará?

O pagamento é feito em forma cíclica, da qual por meio de um calendário organizado pelas datas de aniversário será determinado quem receberá os valores. Independente de qual seja a sua data de aniversário, continuará recebendo o benefício, principalmente se já foi aprovado nas parcelas prévias.

Vale a pena lembrar que a mudança dos pagamentos valerá para aqueles inscritos no Bolsa Família, assim, o calendário continuará como está, sendo o valor depositado nos dez últimos dias do mês e pela ordem do NIS (Número de Identificação Social).

Como funciona o lote residual?

O anúncio feito sobre a prorrogação do Auxílio Emergencial com mais quatro parcelas chamadas de “residuais” no valor de R$300 foi divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada. Dessa forma, o valor não será mais de R$600, mas sim de R$300, tendo seu fim estabelecido em dezembro de 2020 para todos os beneficiários atendidos.

As parcelas residuais de R$300 não estarão disponíveis para todos os beneficiários, mas sim para aqueles que foram aprovados em abril, dessa forma, os demais grupos vão receber uma menor quantidade de parcelas, que variará de acordo de quando tiveram seu benefício aprovado.

Ademais, mais critérios foram incluídos para a distribuição das parcelas, reduzindo as pessoas que vão recebê-las, nesse caso, será levado em consideração o Imposto de Renda do ano de 2019. Anteriormente era levado em conta o IR do ano de 2018.

Ciclo de pagamentos: quando vai receber o auxílio emergencial

Como já dito, o calendário das cinco parcelas restantes está liberado e seguirá os pagamentos já pré estabelecidos, porém, o calendário das parcelas residuais de R$300 não foi divulgado para todos os beneficiados, apenas aqueles que são inscritos no Bolsa Família.

Estes ciclos divulgados abaixo tem seu destino até a quinta parcela de R$600, que podem chegar até o valor de R$1200 para mães chefes de família.

Ciclo 1

  • 17 de setembro – para aqueles que nasceram no mês de dezembro.

Ciclo 2

Dividido entre algumas datas de pagamento, como:

  • Beneficiários inscritos nos Correios entre 8 de junho e 2 de julho, trabalhadores que fizeram a primeira contestação entre 3 de julho 16 de agosto, receberão a primeira parcela;
  • Beneficiários que receberam a primeira parcela no mês de abril, vão receber a quinta parcela;
  • Os beneficiários que receberam a primeira parcela no mês de maio, vão receber a quarta parcela;
  • Os beneficiários que receberam a primeira parcela no mês de junho, vão receber a terceira parcela;
  • Já quem recebeu a primeira parcela no mês de julho, irá receber a segunda parcela.

Depósito do dinheiro em poupança da Caixa

  • 16 de setembro: para nascidos em junho;
  • 18 de setembro: para nascidos em julho;
  • 23 de setembro: para nascidos em agosto;
  • 25 de setembro: para nascidos em setembro;
  • 28 de setembro: para nascidos em outubro e novembro;
  • 30 de setembro: para nascidos em dezembro.

Saque liberado ou transferência

  • 19 de setembro: para nascidos em janeiro;
  • 22 de setembro: para nascidos em fevereiro;
  • 29 de setembro: para nascidos em março;
  • 1º de outubro: para nascidos em abril;
  • 3 de outubro: para nascidos em maio;
  • 6 de outubro: para nascidos em junho;
  • 8 de outubro: para nascidos em julho;
  • 13 de outubro: para nascidos em agosto;
  • 15 de outubro: para nascidos em setembro;
  • 20 de outubro: para nascidos em outubro;
  • 22 de outubro: para nascidos em novembro;
  • 27 de outubro: para nascidos em dezembro.

Ciclo 3

  • Beneficiários inscritos nos Correios entre 8 de junho até 2 de julho, trabalhadores que tenham feito a contestação entre 3 de julho até 16 de agosto, receberão a segunda e a terceira parcela;
  • Os beneficiários que recebem a primeira parcela em maio, vão receber a quinta parcela;
  • Quem recebeu a primeira parcela em junho, recebe a quarta parcela;
  • Se recebeu a primeira parcela em julho, receberá a terceira parcela.

Depósito em conta poupança social na Caixa

  • 9 de outubro: para nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 16 de outubro: para nascidos em março e abril;
  • 23 de outubro: para nascidos em maio e junho;
  • 30 de outubro: para nascidos em julho e agosto;
  • 6 de novembro: para nascidos em setembro e outubro;
  • 13 de novembro: para nascidos em novembro e dezembro.

Liberação de saque em dinheiro e transferência

  • 29 de outubro: para nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 3 de novembro: para nascidos em março e abril;
  • 10 de novembro: para nascidos em maio e junho;
  • 12 de novembro: para nascidos em julho e agosto;
  • 17 de novembro: para nascidos em setembro e outubro;
  • 19 de novembro: para nascidos em novembro e dezembro.

Ciclo 4

  • Beneficiários inscritos nos Correios entre 8 de junho até 2 julho, trabalhadores que tenham feito a contestação entre 3 de julho até 16 de agosto, receberão a quarta e a quinta parcela;
  • Para quem recebeu a primeira parcela em junho, então receberá a quinta parcela;
  • Para quem recebeu a primeira parcela em julho, receberá a quarta e quinta parcelas em conjunto.

Depósito do dinheiro na poupança da Caixa

  • 16 de novembro: para nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 18 de novembro: para nascidos em março e abril;
  • 20 de novembro: para nascidos em maio e junho;
  • 23 de novembro: para nascidos em julho e agosto;
  • 27 de novembro: para nascidos em setembro e outubro;
  • 30 de novembro: para nascidos em novembro e dezembro.

Liberação em dinheiro e transferência

  • 26 de novembro: para nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 1º de dezembro: para nascidos em março e abril;
  • 3 de dezembro: para nascidos em maio e junho;
  • 8 de dezembro: para nascidos em julho e agosto;
  • 10 de dezembro: para nascidos em setembro e outubro;
  • 15 de dezembro: para nascidos em novembro e dezembro.

VEJA TAMBÉM: como fazer o saque emergencial do FGTS para receber R$ 1045,00

Quantas parcelas de auxílio emergencial vou receber?

Está com dúvidas sobre quantas parcelas receberá? Veja abaixo uma explicação detalhada e fique por dentro:

Quantas parcelas vou receber? Veja abaixo!

Aprovados em abril

Aqueles que foram aprovados em abril e receberam a primeira parcela de R$600 vão receber quatro parcelas no valor de R$300. Isso acontece porque receberam a primeira parcela de R$300 em setembro, com dinheiro a mais parcelas em outubro, novembro e dezembro.

Aprovados em maio

Já aqueles que são aprovados no mês de maio para a parcela integral de R$600, vão receber três parcelas de R$300, devido a terem recebido a primeira parcela reduzida em outubro, com direito a mais três parcelas, já contando outubro, novembro e dezembro.

Aprovados em junho

Aqueles que foram aprovados em junho para receber a parcela de R$300,00 vão receber duas parcelas de R$300,00, visto que irão receber a parcela reduzida em novembro, com direito ao mês de dezembro também.

Aprovados em julho

Já aqueles que foram aprovados no mês de julho para a parcela de R$600, vão receber a parcela reduzida para R$300 somente no mês de dezembro.

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário