Auxílio Bem é prorrogado até dezembro de 2020

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) passou a ser concedido pelo Governo Federal aos trabalhadores devido à pandemia do novo coronavírus. É um auxílio fornecido aos profissionais que tiveram redução de jornada de trabalho e de salários ou a suspensão temporária do contrato.

O BEm é voltado para empregados em jornada de trabalho parcial ou intermitente, e também para empregados domésticos e aprendizes. Quem está passando pelas situações citadas anteriormente está recebendo R$ 1.813 do governo. Além disso, existe uma ajuda de custo da empresa, caso o empregador tenha faturamento superior a R$ 4,8 milhões.

Para receber o auxílio, o profissional deve informar ao empregador a conta bancária que deseja que sejam feitos os depósitos do benefício. Mas muitos trabalhadores ficam receosos e com dúvida sobre até quando o BEm vai ser depositado.

Prorrogação do Auxílio BEm

O Auxílio BEm foi prorrogado pelo Governo Federal até dezembro de 2020. Desta forma, os trabalhadores que recebem o benefício vão ter os R$ 1.813 garantidos até o fim do ano.

Com a prorrogação, as medidas são válidas apenas enquanto durar o estado de calamidade pública. Mas os acordos devem encerrar no dia 31 de dezembro de 2020.

De acordo com o governo, a medida vai permitir que empresas que estão em situação de vulnerabilidade possam continuar sobrevivendo à pandemia, preservando postos de trabalho e projetando a melhora da situação econômica.

Como receber o Auxílio BEm

O Auxílio BEm é pago por crédito em conta poupança já existente, em nome do trabalhador ou em Conta Social Digital. Esta última é aberta automaticamente pela Caixa Econômica Federal quando:

  • A conta não tiver sido informada no ato de adesão;
  • A conta indicada for impedida para crédito;
  • A conta informada conter erros nos dados;

A conta poupança social da Caixa pode ser movimentada com o uso do aplicativo Caixa Tem, o mesmo usado para o Auxílio Emergencial. A plataforma está disponível para download nas lojas de aplicativos dos sistemas Android e iOS. 

Valor do Auxílio BEm

O valor do Benefício Emergencial corresponde ao percentual do Seguro-Desemprego que o trabalhador teria direito em caso de demissão. A média de valor pode variar entre R$ 261,25 até R$ 1.813.

No caso de suspensão de contrato de trabalho, a lei prevê o pagamento de 100% do valor do Seguro-Desemprego. Já o trabalhador intermitente – aquele que trabalha eventualmente e é remunerado pelo período de execução do trabalho – vai receber R$ 600 de BEm.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS.

Deixe seu comentário