Renda Brasil: Quais Programas vão ACABAR com esse novo plano do Governo?

O Renda Brasil está chegando, porém, outros programas podem deixar de beneficiar milhares de famílias brasileiras. Porém, isso não quer dizer que o governo cancelará a assistência mensal que promove para mais de 10 milhões de famílias.

A nova proposta de auxílio mensal, o Renda Brasil, tem como principal função agrupar alguns benefícios em um único programa, facilitando, assim, o acesso de todos que depende de ajuda do governo.

Essa proposta, também, visa aumentar o valor mensal (que pode subir para aproximadamente R$250) e ajudar ainda mais famílias. Hoje, por exemplo, o Bolsa Família não é ofertado para quem já possui um trabalho registrado. Agora, com o Renda Brasil, essas famílias também poderão receber ajuda do governo na composição das suas rendas – é claro, se atenderem aos requisitos obrigatórios (que ainda serão divulgados).

Quais programas que deixarão de existir?

Para que o Renda Brasil seja viável, é necessário, segundo o governo, acabar com alguns programas (que serão absorvidos no Renda Brasil). Entre os programas que poderão ser inativados, estão:

  • Bolsa Família
  • Abono Salarial do PIS
  • Programa Seguro-Defeso
  • Farmácia Popular

Tudo ainda estão no campo de especulação e espera-se uma forte movimentação ao redor do Renda Brasil, pois ele deverá ser o substituto do Auxílio Emergencial que está ajudando famílias que estão sofrendo impactos econômicos decorrentes da grave crise de saúde pública por conta do Covid-19.

paulo guedes - renda brasil

O governo e, principalmente, a equipe do Ministério da Economia estão alinhando os principais pontos para tentar a aprovação junto ao Congresso para que o Renda Brasil já possa valer a partir de outubro de 2020.

Quem terá direito ao Renda Brasil?

O Renda Brasil assistirá famílias brasileiras que tiverem renda inferior a 1 salário mínimo. Diferentemente do Bolsa Família, agora, a assistência não será exclusiva para desempregados. Muitos trabalhadores que possuírem algum tipo de renda poderão aderir ao programa assistencial.

As regras de adesão ainda não foram divulgadas, porém, para alguns veículos de comunicação os membros do governo envolvidos com a criação do Renda Brasil estão otimistas com relação ao crescimento no número de famílias assistidas.

Novidades serão divulgadas assim que a proposta avançar no congresso.

Valor Estimado

Ainda não há informações oficiais divulgadas acerca do valor do Renda Brasil, porém, estima-se que o programa pagará algo superior ao que já é ofertado pelo Bolsa Família. Algumas projeções apontam que, possivelmente, o valor ficará em torno de R$250,00. Ainda, especula-se a possibilidade de um auxilio para o pagamento da creche de crianças pequenas – mas, como dito acima, nada foi oficializado pelo governo federal.